DIZER ADEUS

 

DIZER ADEUS
Marcial Salaverry

Dizemos adeus,
por vezes, querendo dizer
um dia ainda vamos nos ver... 
Mesmo que os amantes nunca mais se vejam,
sempre ficará uma lembrança...
Aquele algo mais que um local,
uma música, uma comida fazem lembrar...
E vem aquela vontade de voltar...
No amor, um adeus nunca é definitivo,
embora nem sempre seja um lenitivo...
Ficam guardadas pequenas amostras,
retalhos do que houve um dia,
e que repetir se poderia...
Diz-se adeus, querendo dizer até breve,
até o desejo leve, ainda que seja um desejo leve...
Mesmo que amantes não mais se vejam,
uma lembrança sempre será o lenitivo,
de algo que marcou em, definitivo...
Por vezes precisamos dizer um certo adeus...
Nunca é agradável faze-lo,
Mas é preciso dize-lo...


 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados