COMO QUERO TE AMAR

 

 

COMO QUERO TE AMAR          
Marcial Salaverry
 
Quero te amar,
como quero ser amado...
Quero te amar,
com esse amor apaixonado...
E, se houver  amargura,
transformarei em doçura...
Nosso amor é vibrante,
é na verdade, um amor  apaixonante...
Amemo-nos contemplando a natureza,
vendo sempre da vida toda a beleza...
Sentindo o aroma da chuva, o calor do sol,
apreciando o luar, o arrebol...
Mesmo que caia uma tempestade ameaçadora,
não afetará  nossa paixão quente e tentadora...
Amemo-nos ouvindo a música romântica,
sentindo o balanço da inspiração artística,
que surge assim, forte, mística...
Sentindo do amor a sensação gostosa,
sempre a me sorrir, toda dengosa,
transmitindo paixão e ternura
sentindo na alma uma grande ventura...
Quero sentir quando teu corpo acariciar,
tua pele se arrepiar,
num momento
 alucinante,
sempre com nosso amor escaldante,
mantendo com carinho nosso amor constante...
Quero enxugar tuas  lágrimas insistentes,
com meu carinho, com meus beijos quentes,
fazendo-te sorrir de prazer com nosso carinho fremente,
neste nosso sentir de um amor quase demente...
Sinta essa  troca de carícias doces e persistentes,
e esteja certa querida, serão permanentes...
Quero te amar... 
Queres me amar...
Amemo-nos, pois...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados