NÃO SEI QUEM SOU

 

 

Uma cena infelizmente vista com frequencia
em qualquer cidade do mundo...
Serve como um grito de alerta contra o uso de drogas.


NÃO SEI QUEM SOU
Marcial Salaverry
 
Louco... Insano...
Vagueia pelas ruas,
apenas repetindo
coisas que a loucura
das drogas o faz dizer...
"Vejo o mundo,
todo imundo.
Que faço aqui?
As pessoas passam por mim,
e não me olham.  Enfim,
só ocupo um lugar,
desde que pelas drogas
me deixei levar
e a esta loucura me entregar...
Atrapalho a passagem,
perdido nesta viagem,
sumido na voragem
de tudo que me cerca.
Ver-te não quero,
se me vejo, me desespero.
Cansei... Perco-me no mundo,
que continua imundo,
e assim vou até o fundo..."
É triste o destino
daquele que comete o desatino
de às drogas se entregar...


 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados