VAMOS VIVER ENQUANTO VIVOS

 

 

A vida só acaba quando morremos, ou quando ao peso dos anos nos entregamos...
Osculos e amplexos,
Marcial
VAMOS VIVER ENQUANTO VIVOS
Marcial Salaverry

Viver é a coisa mais importante que podemos e devemos fazer, enquanto vivos estivermos, nunca esquecendo que uma das maiores verdades que existe, indesmentível, aliás, é aquela que diz que enquanto não morremos, estaremos vivos.  Ocorre que existem muitas pessoas que embora estejam respirando,  e se locomovendo, já abdicaram da vontade de viver, e simplesmente aguardam que o Amigão delas se lembre e as chame para seu agradável convívio, pois já desistiram de seus sonhos, não sabem encontrar motivação para a vida. Desistem até de amar,  se é que isto é possível, pois esquecendo de amar, não conseguirão sequer amar-se, ou ao Amigão. 
E não é justo esquece-Lo, convenhamos, pois Ele nunca nos esquece.
Felizmente são poucas as pessoas que assim pensam, e dessa maneira  se entregam passivamente a seu destino.
Cada vez mais encontro pessoas com fibra, com vontade de viver, e sabendo faze-lo, e não posso deixar de registrar certos fatos.
Recebi uma maravilhosa mensagem de amor à vida, através de meu amigo L'Inconnu, registrando o depoimento de um jovem de 79 anos, que assim se manifesta:
"Sou um jovem de apenas 79 anos, lúcido, ainda trabalhando e ensinando informática, a alguns alunos renitentes, e todas as  manhãs quando inicio o meu dia, sempre dou um "Bom dia" de todo o coração para as pessoas que encontro e podes crer, gosto de conversar com as plantas, com os pássaros. Não me levanto sem agradecer a Deus o fato de estar lúcido, de estar vivo e com saúde. Dentro daquilo que a humanidade convencionou chamar de Felicidade, eu sou muito feliz, pois estou vivo ainda e amo a vida."
Realmente, corroborando o que disse nosso garoto, posso afirmar que se todos soubessem o valor de um bom dia, sonoro, alegre, dado de coração e enviando fluídos de amor, nunca deixariam de faze-lo, e com toda a certeza teríamos um mundo de mais paz e amor.
Acontece que existem muitos que passam por nós, com a testa franzida traduzindo mágoas, rancores, ódios etc..., o que sem dúvida é lamentável, perdem o tempo de vida mergulhados em seu mau humor, e como isto faz mal... 
Com toda a certeza, é preciso concordar que a grande realidade da vida é mesmo essa. Enquanto estivermos vivos, devemos fazer algo para justificar nossa presença por aqui. E a melhor maneira de faze-lo, é manter vivo nosso coração e nossa alma, procurando transmitir aquilo que de bom tivermos dentro de nós.
Não existe nada melhor do que espalhar amizade, amor, carinho, e assim, tratar com civilidade as pessoas que conosco convivem, dispensando a elas o mesmo tratamento que gostamos de receber.
A melhor arma para conquistar pessoas, chama-se sorriso, e se por acaso um sorriso nosso for respondido com um grunhido ou com uma careta, não deveremos lamentar o sorriso dado, pois nossa parte foi feita.  Se não houve a retribuição, paciência...
Infelizmente nem todos pensam dessa maneira.
Mas não é por isso que vamos aderir à clã dos mal humorados. E não devemos desanimar se alguns nos criticarem. Vamos continuar nossa campanha para
espalhar amizade, amor, felicidade.
Conversar com as flores e com os animais...
Quer maior pureza d'alma que essa? Saiba senti-los, e saberá entende-los também...
Quer melhor resposta que o alegre abanar da cauda de um cão?
Ou aquele aroma especial de uma flor?
Não existe limite para a vida. Se o corpo envelhece e perde o vigor, cabe a nós manter nossa alma sempre viva.  Enquanto a alma estiver viva e ativa, poderemos dizer que estamos vivendo.
Nosso amigo L'Inconnu nos passa duas grandes lições, ou seja, que jamais deveremos parar "para ver a banda passar", e principalmente, que jamais deveremos perder a alegria de viver, sabendo conviver com amizade e carinho com tudo que estiver vivo ao nosso redor, e principalmente sempre sabendo amar nosso querido Amigão, que nos deu o livre arbítrio para podermos decidir como queremos viver.
E com este pensamento no coração, desejo a todos, UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados