GLOSANDO "O ÚLTIMO BRINDE" DE ANNA AKHMATOVA

 

 

Uma glosa à trova
de Anna Akhmatova,
"Ultimo brinde",
sem que a inspiração finde...
 
ULTIMO BRINDE
ANNA AKHMATOVA

Bebo ao lar em pedaços,
À minha vida feroz,
À solidão dos abraços
E a ti, num brinde, ergo a voz...
 
 
Bebo ao lar em pedaços,
Se falhou,
e assim deixou traços,
e por isso se culpou...
beba ao lar em pedaços...

 À minha vida feroz,
o cálice assim bebido,
no brinde à sua vida feroz,
mostrando seu lado arrependido,
talvez lhe traga uma ressaca atroz,
 
À solidão dos abraços
logo deles não restará mais traços,
se só encontras ouvidos moucos,
e sentes a solidão dos abraços,
despreza-os, são apenas uns poucos...

 E a ti, num brinde, ergo a voz...
Sentes da grapa o sabor,
e livra-te da dúvida atroz,
enchendo tua alma de amor,
se neste brinde, ergues a voz...
 
Marcial Salaverry numa glosa a Anna Akhmatova.

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados