AMIZADES... AFINIDADES... AMOR

 

 
Amizades... Afinidades... Amor... Tudo depende de nossa capacidade de captar e manter relacionamentos. 
Pode ser muito fácil conseguir novas amizades.  Contudo, o mais difícil será mantê-las, pois sempre dependerá de uma série de fatores e do que tivermos de fazer para manter essas amizades.  São concessões que sempre deverão ser feitas, pois cada pessoa tem suas peculiaridades, e quer que elas sejam respeitadas.  Mas para que o sejam, torna-se necessário que também haja a reciprocidade.  E é aí que começam os problemas.
Sempre será fácil exigir que nos respeitem, mas, em contrapartida, deveremos respeitar também os direitos alheios.  Muitas vezes  encontraremos pessoas “difíceis”, que mais exigirão, do que poderão estar dispostas a ceder.
Acontece que o segredo de um bom relacionamento está justamente nesse ponto, em saber manter o equilíbrio devido. E para tanto, torna-se necessário empregar o velho e sábio bom senso, para que o relacionamento caminhe no rumo certo.
Saber analisar quando ceder, até descobrir quem realmente está certo. Entender quando temos que dar razão à parceria, ou quando devemos fazer prevalecer nosso ponto de vista.
É exatamente esse o ponto crucial dentro de um relacionamento, seja ele amigável, amoroso ou profissional, ou seja, a descoberta do ponto de equilíbrio. Até onde se pode ceder, ou até onde  podemos e devemos manter nossa posição.
Com senso, devemos chegar ao consenso, evitando criar áreas de atrito. Saber recuar, ao reconhecer que a razão está do outro lado, deixando claro que reconhecemos o fato. Saber o momento certo de não recuar, quando tivermos argumentos sólidos para manter nosso ponto de vista.
Esse o grande segredo para fazer com que bons relacionamentos sejam duradouros, e que haja paz e harmonia nele. E a reciprocidade é fundamental. Ambos os lados devem entender ser essa a necessidade vital de uma coexistência pacífica. E muitas vezes o que atrapalha é justamente isso, o tradicional “não dar o braço a torcer”.  Basta entender que na vida não existem vitórias ou derrotas, o que existe é o bom senso de aceitar quando se está certo ou errado. E não se deve tripudiar sobre a parceria quando houver o reconhecimento de seu erro. Devemos louvar sua maneira correta e elegante de encarar a vida, pois amanhã, o lado errado pode se inverter, e não devemos causar ressentimentos, para que não haja o sentido de revide.
E o grande segredo de tudo, sem dúvida, estar no fato de se viver a cada dia, sempre
UM LINDO DIA.
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados