DOCES NOITES DE AMOR

 

DOCES NOITES DE AMOR

Marcial Salaverry

Quando chega a noite,
sinto uma forte saudade
daqueles nossos momentos vividos.
Momentos de amor e ternura,
de amor quase loucura,
de um desejo insano
de ter-te em meus braços,
e sentir-te junto a mim.
Quando a tarde chega ao fim,
chega mais forte esse desejo,
de sentir teu ardente beijo...
Quero novamente te abraçar,
beijar, acariciar, amar,
com esse amor total,
sem limites, sem freios,
usar de todos os meios
para ao prazer chegar...
Sempre é doce o amor.
Dá à nossa vida mais calor.
Cai a chuva lá fora,
e nosso amor não vai embora...
Permanece aqui dentro,
presente em nossa cama,
que ternamente nos acolheu,
que nosso amor apaixonado recebeu,
nesta doce noite de amor e ternura,
em que nos amamos com loucura...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados