AMOR DAS CAVÊRAS

 

 

AMOR DAS CAVÊRA
Marcial Salaverry

Esta é história
du pruquê qui as
cavêra siincaveraro...
As duas cavêra,
tanto se amava...
siamaro diantis...
diagora e didepois...
Si encaveraru,
pruque ela falô prele isperá...
Ele falô  prela isperá...
Ma...num sisplicaro dereito...
Ela ficô num banco,
ele notro...
i ficaro isperandu, um pelotro...
Purissu, qui siincaveraru...
Cando num sisprica,
sistrumbica,
como dizia aquelotro...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados