ASSIM SE VIVE O AMOR

 

ASSIM SE VIVE O AMOR
Marcial Salaverry
 
Sente-se a presença ausente...
Sente-se do amor a chegada...
Sente-se o cheiro da pessoa amada...
Sente-se o carinho, mesmo sozinho...
Sente-se a emoção vindo devagarinho...
Sente-se o bater do coração...
Sente-se a palpitação...
Sentimos o amor a nosso lado,
seu respirar entrecortado...
Sentimos ao lado, presente,
quem está longe, ausente...
Sentimos seu beijo,
enchendo-nos de desejo...
Sentimos sua carícia,
despertando nossa malícia...
Sentimos o gosto do sexo,
deixando-nos sem nexo...
Sentimos o tesão,
em sua quente emoção...
Sentimos o antegozo
de nosso gozo...
Sentimos estar quem não está...
Sentimo-nos assim... o que é que há??
Sentimos assim o amor,
envolvendo-nos em doce torpor...
Será amor de verdade,
aquele que nos dará felicidade?
Ou uma ilusão tão somente,
um lindo sonho... simplesmente...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados