UMA QUESTÃO DE AMOR E PRECONCEITO

 

Amor e preconceito... Na realidade não podem existir em conjunto...
Osculos e amplexos,
Marcial

UMA QUESTÃO DE AMOR E PRECONCEITO
Marcial Salaverry
  
Fala-se que é coisa de hoje, de modernisno, mas na verdade, desde que o mundo é mundo, sempre houve casos da atração entre pessoas de diferentes faixas etárias, o tão falado amor entre gerações diferentes.
Sempre existirá quem aceite tal fato, como existirá quem o critique acerbamente, chamando-o de "anormalidade".
Falando sobre o efeito que a diferença de idade pode causar nos relacionamentos, podemos notar que sempre que houver uma diferença superior a 10 ou 12 anos entre ambos, haverá algum preconceito, principalmente se a parte de mais idade for a mulher, quando na verdade, nesses casos, não se justifica haver preconceito.
É preciso saber que existem preferências de fôro íntimo, pois, se muita gente prefere companhia da mesma faixa etária, também existem pessoas que preferem, por razões diversas, conviver com pessoas mais jovens, ou mais velhas.
É preciso haver  a coincidência de gostos, pois se alguem prefere uma companhia de mais idade, e encontra um alguem que prefere curtir companhia mais jovem, relacionamentos assim são perfeitamente válidos, não importando qual das partes é a de mais idade, ou melhor dizendo, “mais experiente”...
Cada qual gosta de uma coisa, mas isso não quer dizer que rejeite o resto. Falando sobre  casos como esse, pode acontecer de terminar o namoro se pintar uma parceria de 20, ou de 60 que  desperte a atenção e/ou o tesão, o que poderá certamente mudar a preferência, pois  é tudo uma questão de pele, de atração.
Contudo, se a atração inicial perdurar, beleza, fica um amor gostoso, mas se não perdurar, se for só passageira, nada impedirá que surjam amores das mais diferentes faixas etárias.
Dizem que quando existe  diferença de idade dificilmente dará certo, pois cada qual terá um pique de vida, e dificilmente a parte de mais idade conseguirá acompanhar a parceria em sua plenitude, mas não é bem assim, pois é tudo uma questão de savoir faire, eis que o amor tem seus segredos, e o sexo mais ainda, e quem os conhece e sabe manobrar as coisas, é que pode  comandar as ações.
Mas nada funciona, nem  técnica nenhuma dá certo, se não houver aquele tcham inicial, aquela atração, aquele tesão do primeiro toque, do primeiro olhar, enfim, aquela coisa que faz o sangue ferver e correr mais rapidamente nas veias.  E isso, independe da idade. É uma certa química interior, totalmente inexplicável que faz surgir uma atração assim. E que pode perdurar, se ambos souberem manter o fogo inicial.
Podemos  ter certeza de que os amores duradouros são os melhores que existem, quando sàbiamente vividos, são ótimos. Principalmente quando ambos se completam e sentem o mesmo fogo dentro de si. Os parceiros se conhecem e se sentem apenas com um olhar. É a perfeita junção da vivência em comum  que o tempo traz, com o ardor dos romances proibidos.
Bem, na verdade, para o amor não existe idade, não existe cor da pele.  O amor não pode conhecer a palavra preconceito.  Se o amor realmente existir, tem que ser curtido, tem que ser vivido seja como for, seja com quem for. Tenham a idade que tiverem.
E, cá pra nós, tanto as lobas como os lobos, passam por uma fase de sentir atração fatal por jovens. Principalmente as mulheres, só que a maioria tem medo de assumir. Aliás, mulher tem um medo danado de assumir publicamente sua sexualidade e sensualidade, principalmente as de mais idade. Tem medo de "pechas", de serem chamadas de vulgar, ridícula e coisa e tal. Nesse particular, é preciso conseguir se libertar da opinião alheia, amando-se, e sendo capaz de fazer o que quer, desde que se sinta bem. 
Fala-se muito na questão de idade, condenando os coroas com as ninfetas, e as coroas com os garotões, quando na realidade,  o que menos conta, é a idade, a vitalidade, a aparência física, pois o que realmente conta é a sensualidade que muitas pessoas tem, independendo da idade.
Sensualidade é aquele algo mais que basta um  olhar para despertar o desejo, e tendo esse apelo sexual, tendo o fogo no olhar, não existe problema,  pode ter 20, 30, 50, 60, 70, 80 anos, que sempre será alguém pronto para conquistar outro alguém e ambos poderão ser felizes.
E sensualidade, bem, basta um olhar para definir...
Amor... sensualidade... são coisas que fazem de nosso dia, UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados