FAÇA AMOR NÃO FAÇA A GUERRA

 

Falo daquele amor pela humanidade,

que às almas dá felicidade...

Falo daquele amor sincero, quente,

que vem do interior da gente...

De gente que se considera gente,

e que vive em permanente

estado de amor.

É muito mais fácil e gostoso amar,

do que entregar-se ao ato de guerrear...

É muito mais gratificante fazer um carinho,

do que fazer da morte o seu caminho...

Por que a violência?

O amor é a verdadeira ciência...

Amar ao seu semelhante,

mas amar o bastante,

para jamais pensar em matá-lo...

Por que não ajudá-lo?

Temos que tirar do espírito a maldade,

e assim termos a felicidade

de poder para o céu olhar,

apenas pensando em amar,

e dizer, como que num aparte:

Amigão: Fiz a minha parte...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados