DOMINIO DA PAIXÃO

 

 
Quando meu olhar percorre teu corpo despido,
sinto um quente arrepio... prenúncio do amor...
Nossa quente paixão,
vai acelerando as batidas do coração...
A imaginação flui, com o pensamento
somente na entrega total ...
Neste nosso louco desejo,
amar apaixonadamente é o que almejo...
Quentes sensações,
misturando nossas emoções...
Nada além do amor neste momento,
mais nada em nosso pensamento...
Neste amor não existe censura,
e num momento de mágica ternura,
fixo em ti meu olhar,
o coração parece que vai parar...
Neste exato momento,
não haverá mais nenhum tormento...
Apenas um grito de prazer,
por  tanto amor receber...
Simplesmente me enterneço...
De tudo o mais me esqueço...
Então, perdidos em nosso amar constante,
nesse vai vem fascinante,
é apenas o instinto que nos domina
nesse amor que nos alucina...
Nossos corpos nus, entrelaçados,
suados e extenuados,
após os prazeres gozados,
nessa paixão devassa...
Completamernte apaixonados,
entregamo-nos a novas carícias,
procurando ainda mais delícias...
Só queremos nos amar...
E o novo prazer não podemos adiar...
Então no lindo momento de um novo  gozar,
enteregamo-nos neste amor que é só duçura,
misto de quente tesão e doce ternura...
Entregamo-nos frementes,
quase dementes
neste prazer que jamais termina..
e que nossos sentidos alucina...
O prazer levando-nos  à loucura,
toda feita de carinho e  ternura
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados