PODERIA SER FÁCIL VIVER EM PAZ

 


PODERIA SER FÁCIL VIVER EM PAZ
Marcial Salaverry
Saber viver em paz, é algo que parece fácil, e na realidade, o é... Para tanto, basta partir de um início, que é procurar a Paz Interior.
Encontrando-a, é meio caminho andado.
Na realidade, o ato de viver em paz,começa dentro de nós, pois se tivermos nossa paz interior, e amando-nos, será fácil conseguir viver em paz com o próximo. O que nem sempre se pode entender, é que muitos querem discutir a paz mundial,mas não conseguem viver em paz consigo mesmo, e se não consegue ter a paz em casa, como pode querer conhecer a receita de paz para o mundo. Na verdade, a paz começa  assim mesmo, bem perto de nós,em nossas relações com o próximo,e quem mais próximo de nós do que o companheiro ou companheira de nossa vida, do que nossa familia, nossos amigos?  Precisamos mesmo ver as pequenas coisas de nosso cotidiano com olhos novos,como se fossemos recém-nascidos, com surpresa e curiosidade.
Sem dúvida crianças, a coisa tem que começar internamente, pois se não tivermos a paz em nossos corações, como poderemos querer que os outros a tenham? E a nivel mundial?  Na verdade, é muito fácil falar em Paz, mas se não a praticarmos,  inicialmente em nosso interior, e depois em nosso lar, como falar de Paz Mundial? Tudo começa em casa...
Essa é a grande verdade, e a grande dificuldade.  É muito fácil apontar-se soluções para o que está longe, e não depende de nós,  basta teorizar sobre os caminhos a serem seguidos.  A coisa começa a complicar quando temos que por a teoria em prática, pois é nesse momento que começam as dificuldades.  É muito fácil dizer que poderia ter havido um entendimento entre as partes antes de começarem a digladiar-se.  Contudo, não sabemos se houve essa tentativa, e qual das partes fez entrar areia nas engrenagens.
Principalmente nessa questão de vida doméstica.  É fácil “acertar” a vida de nosso vizinho,da mesma maneira que para ele deve ser fácil “acertar” a nossa.
Teríamos que vivenciar o que se passa lá dentro, para aquilatar melhor a situação, vendo assim como se poderia acertar a situação, e isso, se fossemos chamados para mediar alguma eventual dissensão.  Quaisquer palpites alheios em situações domésticas nunca são bem recebidos.
De qualquer maneira, fica valendo o conselho.  Experimente empregar as “soluções mágicas” que possibilitarão encontrar-se a paz mundial, ou a paz de seu vizinho, e procure empregá-las ANTES,  em sua casa, em sua vida.  Se der certo, e a paz interior for conseguida, aí então poder-se-á ter condições para ao menos “sugerir” uma linha de conduta que conduza à PAZ ALHEIA.
Tal enfoque para a vida não se aplica somente às questões de pacificação ambiental ou mundial, mas sim para tudo na vida.  Sempre precisamos ter presente que o bom encaminhamento de nossa vida deve ter prioridade absoluta, pois no momento em que encontrarmos o ponto de equilíbrio interno, teremos condições para sugerir soluções para outrem.
E, para termos nossa paz interior, precisamos começar com UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados