ALGO PODE SER MUDADO EM MOMENTOS DECISIVOS

 

Como a vida é nossa, devemos usar nosso livre arbítrio, para vive-la...
Se algo precisar ser mudado, devemos analisar bem a situação, com bom senso e ponderação...
Ósculos e amplexos,Marcial

ALGO PODE SER MUDADO EM MOMENTOS DECISIVOS
Marcial Salaverry
 
Existem momentos em nossa vida que precisaremos tomar decisões que poderão modificá-la fundamentalmente. Algumas vezes necessitamos de solidão para poder meditar, entendendo que deverá ser uma decisão totalmente nossa.  Buscar uma opinião, ou um aconselhamento, é uma coisa, mas deixar que outros decidam por nós já chega a ser covardia, e dessa maneira, sempre é importante saber usar nossa luz interior para tentar iluminar nosso caminho. Basta sabermos acende-la, e entende-la.

Quantas vezes em nossa vida dizemos que algo tem que ser mudado, mas nem sempre conseguimos definir exatamente o que, ou no que precisamos mudar, mas sentimos que algo tem que ser feito, seja na vida pessoal, seja na profissional, chegamos a um ponto em que a rotina nos sufoca.  E daí, fazer o que?

A grande verdade, é que um dos maiores problemas, e que muitas vezes,  causa muitas frustrações, é a falta de coragem, ou de decisão, para mudar situações incomodas, e isso acontece quando não nos sentimos bem com o que estamos fazendo, mas por puro comodismo, é-nos mais fácil aceitar a situação atual,  do que procurar uma mudança, outros caminhos.  Claro que tal atitude indica insegurança para tentar algo de novo,  principalmente quando não temos total confiança em nossas reais possibilidades de êxito, e isso poderá provocar grandes frustrações no futuro, ao perceber que essa falta de determinação  provocará arrependimento, se descobrirmos que muitas vezes deixamos passar a grande oportunidade da vida, por temer  eventuais contratempos, pensando que aquilo que queríamos fazer seria uma insanidade.

Segundo um sábio provérbio chinês, " Insanidade é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes."
Assim sendo, diz-se que é melhor arrepender-se por algo tentado, do que por algo que não tentamos tentar... Claro, se nada mudarmos em nossa vida, ela prosseguirá na mesma rotina, com os mesmos resultados.  Assim, se não estamos satisfeitos e quisermos algo diferente, teremos que tomar decisões. Quantas vezes apareceram oportunidades em nossa vida, que não soubemos agarrar, para “não deixar o certo pelo incerto”, o que não deixa de ser um conselho sensato, pois se estamos numa situação relativamente confortável, teoricamente nunca devemos fazer uma mudança radical, que poderá colocar em perigo essa estabilidade. 

Contudo, nem sempre essa teoria é exata, por vezes é preciso parar para pensar e, pelo menos, analisar a situação que se apresenta, aquilatando-se bem a lei das probabilidades, para se póderá valer a pena quebrar a regra de que não se deve mudar o que está dando certo...

Por outro lado, a realização de um sonho pode representar a felicidade, e  se eventualmente houver riscos para que se possa ter êxito,  acredito que  tais riscos podem ser corridos, pois a busca por um ideal compensa.  Não quero dizer com isso que é “aconselhável” largar tudo para ir atrás de um sonho.  Na verdade, o que se deve fazer é calcular bem os riscos para não se tomar uma decisão precipitada. Todavia, se não estamos nos sentindo bem naquilo que nos tem garantido a subsistência, se estamos fazendo algo que violenta nossa personalidade e, de repente encontramos aquilo que pode ser a realização de um sonho, aí,  crianças, há que se tomar uma decisão radical e,  mandando tudo pro espaço, tentar com todo afinco a concretização aquele desejo sufocado por muito tempo, desde que essa tentativa não seja uma insanidade... Sempre há que se ponderar um pouco.  Portanto, o livre arbítrio é que deve nos conduzir.  Às vezes é necessário “perder-se o juízo”, desde que tudo seja bem medido e calculado.

É importante saber usar a cabeça para que se possa viver UM LINDO DIA, que poderá ser repetido a cada dia de nossa vida. Bom senso e discernimento é o que deverá comandar nossa atitudes...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados