REDESCOBRINDO O AMOR

 


Num relacionamento duradouro não se pode deixar o amor fenecer...
Se estiver acontecendo, vamos aprender a redescobri-lo, e com uma
respiração boca a boca, simplesmente ressuscitá-lo...
Ósculos e amplexos,
Marcial

REDESCOBRINDO O AMOR
Marcial Salaverry
 
O poeta que a rima certa procurava,
que tão insanamente buscava,
acabou sendo fácil de descobrir,
quando procurou o amor redescobrir...
O relacionamento entre duas pessoas é algo muito interessante,
que por vezes se desgasta bastante,
principalmente quando se prolonga por muito tempo,
acaba encontrando algum contratempo...
Em seu inicio, as juras de amor eterno,
que podem se transformar num inferno...
E as noites... apaixonadas e apaixonantes, repletas de carinho,
acabam se perdendo pelo árduo caminho,
devido a eterna luta pela sobrevivência,
que vai atrapalhando a convivência...
Luta pela vida, filhos, fraldas molhadas,
e lá se vão as carícias apaixonadas...
Cada vez mais o amor é posto à prova,
e quase nunca a coisa se aprova... 
Com os filhos crescidos, e os anos vividos,
parece que da vida, do amor,  tem desistido.
Carinhos apressados, alguns beijinhos trocados,
e a rotina vai liquidando os casamentos esboroados...
É o momento do diálogo entre os parceiros...
Quando a parceria e a cumplicidade antigas precisam ser readquiridas...
Nem sempre isso acontece, pois não há entendimento,
e pode começar dai o afastamento...
Não existe um culpado
para o fim de um amor apaixonado...
É a vida, exigindo simplesmente,
que o amor ressurja imponente...
Assim, pode ser que esses corações,
comecem a buscar outras emoções,
desejando refazer sua vida ao lado de outro  alguém...
Parece ser o fim de tudo...
Surge uma luz contudo...
Quem estava deixando o amor fugir,
resolve faze-lo ressurgir,
e numa conversa que poderia ser a derradeira,
faz passar o filme de uma vida inteira,
declarando seu amor que sempre existiu,
e que a entediante rotina da vida encobriu...
E o amor que estava latente, é recíproco, verdadeiro...
Nessa hora da verdade, explode novamente por inteiro,
numa sensacional redescoberta do amor que se julgava morto e enterrado,
e qual fênix, ressurge forte, vibrante e apaixonado...
Apenas precisava de uma chance esse amor redescoberto...
O amor redescoberto, reaviva o coração... É o amor gostoso... certo...
Não se deve deixar
a rotina da vida o amor matar...
Vamos dialogar... muito conversar...
para sempre e sempre se apaixonar...
E assim, o amor sempre recomeçar,
e enquanto vida houver, jamais acabar...
E com uma respiração boca a boca, o amor ressuscitar...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados