ASSIM É A REAL SOLIDÃO

 

A real solidão é sentida pela alma,
quando se sente totalmente só,
mesmo tendo uma multidão em volta...
Ou querendo alguma companhia,
e não pode ter, só por causa de um bichinho
bem pequenininho, e que causa grande incomodo...
Ósculos e amplexos,
Marcial

ASSIM É A REAL SOLIDÃO
Marcial Salaverry

Para saber de verdade, se é infelicidade
sentir aquele aperto no coração
causado por uma real solidão,
é preciso sentir-se realmente solitário...
É olhar em volta, e não ter ninguém ao lado,
nem na mesa, nem no leito.
É assim, sentir um grande anseio no peito,
ao acordar todo dia sentindo-se infeliz...
É falar apenas para as paredes o que o coração diz...
Apenas falar sozinho para não ficar calado,
não tendo ninguém ao lado...
Não ter ninguém para lhe escutar,
mesmo que nada lhe vá falar...
Mas que ao menos queira lhe ouvir,
dizendo o que lhe está a afligir...
Perde-se até o prazer de comer,
e até mesmo a vontade de viver...
É achar que a vida não tem mais remédio,
nada ter para afugentar o tédio...
Sequer ter paciência para um livro ler,
ou palavras cruzadas resolver...
Não conseguir nem mesmo a um filme assistir...
É jamais conseguir uma companhia
que lhe tire do marasmo de cada dia...
Ligar o rádio ou a tevê, e nada ter para ver,
ouvir uma musica e logo desligar,
pois não tem com quem dançar...
É não ter sequer alguém com quem compartilhar,
e sequer ter coragem para ir a alguém importunar,
e ao menos um "zapzap" passar...
Suas alegrias, sem ninguém para dividir,
e a tristeza de sozinho se sentir...
Sem poder sequer sair para viajar, passear...
É sentir desejo, sentir amor, e ter que sufocar...
É precisar de um carinho, e não ter o caminho
para o conseguir... É não sentir alegria em viver,
e as belezas do mundo não poder ver...
É não ter ninguém para preencher esse vazio...
É não querer demonstrar o sofrimento,
que lhe causa tanto tormento...
Tentando parecer forte,
na verdade,  quer uma melhor sorte...
Essa é a real solidão...
É o sentir-se só desejando estar em uma multidão...
É querer ter pessoas ao lado, e sentir-se desamparado,
sentindo-se de verdade só e abandonado...
É o querer desistir da vida,
por não poder vive-la como deve ser vivida...
É não poder ter companhia,
por causa de uma pandemia,
vendo o tempo passar, dia após dia...
Sempre estando a pensar,
que isto vai passar...

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados