COMO SERÁ O DIA DAS MÃES

 

Na verdade, Dia das Mães, são todos os dias do ano,
mas existe um desses 365 dias, que merece uma
celebração especial, e ele está chegando...
Não vamos deixá-lo passar em branco...
Mesmo com quarentena, não se pode esquece-las,
e desde já vamos enviar u m beijo muito especial
a todas as mamães,avós, bisavós, trisavós do mundo...
Não podemos deixá-las ainda mais tristes neste Dia das Mães,
por causa de uma certa coisinha...
Osculos e amplexos,
Marcial

COMO SERÁ O DIA DAS MÃES
Marcial Salaverry
 
Está chegando o Dia das Mães, e nesse dia, a patota se reúne, cheia de alegria e é um tal de  “Parabéns Mamãe”... “Eu te amo mamãe”... Mas este ano será infelizmente muito diferente
São as palavras mais ditas e ouvidas nesse dia.  E são super válidas, merecidas e necessárias, e que mesmo à distancia devem ser ditas e repetidas, seja via telefone, ou "zapzap", pois sempre deixam as mamães felizes, e como as mamães merecem esses momentos de felicidade, de se sentirem amadas, pelo menos nesse Dia, tão explicitamente assim...

Sabem que são amadas nos outros 364 dias do ano também, mas são muito negligenciadas nesses outros dias, uma vez que geralmente os filhos só se lembram das mães para reclamar que a roupa não está bem passada, para perguntar se a comida está pronta, mas sempre se esquecem de dar um beijinho diário nela, só para dizer esse mesmo "mamãe eu te amo" do dia das mães, e na época atual, mais ainda...

Quando não moram juntos, sequer um telefonema, salvo quando precisam de alguma coisa, por exemplo, saber como se frita um ovo...

É verdade que as mamães de hoje não podem reclamar muito, pois quando elas eram filhas, possivelmente faziam a mesma coisa, portanto fica sendo uma espécie de círculo vicioso, mas é preciso lembrar que antigamente as coisas eram bem diferentes, e havia respeito pelos mais velhos, mães inclusive...

Uma coisa, contudo é certo.  As mães de antigamente tinham uma tarefa um pouco mais facilitada, embora se possa argumentar  que hoje em dia com toda essa modernidade, e com a parafernália de aparelhos eletrodomésticos que existe,  ameniza o trabalho da dona de casa. É verdade,  "quebra o galho" sim, mas as obrigações das mamães também aumentaram e muito,pois as exigências da vida moderna decuplicaram seu trabalho.  Antigamente as crianças iam à escola, depois ficavam em casa fazendo lição, ou então brincando na rua, (naquela época, isso era possível...). 
Assim, só precisavam controlar hora da janta, do banho, escovar os dentes, e, todos pra caminha...

Hoje em dia contudo, surgiram tantas modernidades que servem para  esquentar ainda mais as cucas maternais já préaquecidas, coisas que todas e todos conhecem de sobejo, mas que nesta época "quarentenária", estão sendo deixadas de lado, ainda que contra a vontade, mas certamente este "nada a fazer" incomoda mais do que o tradicional "tudo a fazer..."

Assim sendo, crianças, não se esqueçam de que nos outros 364 dias do ano, elas também precisam e muito sentir-se amadas, ser festejadas,  homenageadas, pois na verdade são umas heroínas.

As mulheres hoje, independendo se são ou não mães, desdobram-se em tarefas múltiplas, fazem de tudo um pouco, e de quase tudo um muito, e numa época como a atual, sempre descobrem algo a fazer, pois não conseguem ficar paradas, ainda que obrigdas a isso...

Então, para aquelas que são mães, quero, seja hoje, seja em seu dia,  enviar um abraço especial, e mais especial ainda para aquelas cujos filhos inventam desculpas para não visitá-las, ou ao menos falar com elas, mesmo sabendo que as magoam. 

Mas elas sempre desculpam, pois são MÃES... Saibam que ainda vão se lembrar disso.
Para as que não são mães, também mando um abraço muito especial, pois toda mulher tem um jeito especial de ser mãe, e sempre existe alguém que desperta seu sentido maternal...

Quem não se sente quase um filho quando encontram um colo feminino à sua disposição?

Enfim, como o Dia tá quase chegando, vamos em frente com a vida... Espero no próximo Dia das Mães ainda estar em condições de desejar um lindo dia para todas as mães, e quero ficar o resto do ano enviando meus beijos poéticos para todas, mães ou não, pois no que me tange, amo a todas, sem exceção.
Para todos, mães, pais, filhos, filhas, e mais o que se lembrarem, UM LINDO DIA, esperando que sempre se lembrem de que devem sua existencia a alguém que merece toda a consideração, amor e carinho...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados