NOSSAS CRIANCICES

 

Vamos de roda brincar,
para nossa infancia recordar,
num inocente namorar...

NOSSAS CRIANCICES
Marcial Salaverry

Jamais esquecer a criança que fomos,
e lembrar o adulto que somos...
É o que de melhor
podemos fazer na vida...
Tentando ser inocentes
e felizes como as crianças,
esquecendo certas maldades...
Maldade é coisa de gente grande,
esta é a verdade,
sou menino e não sou maldoso...
Só quero distribuir amor e amizade,
e isso é muito gostoso...
Apenas gosto de fazer minhas artes...
Tem quem gosta, mas não sabe,
e tem quem não gosta, e sabe,
e tem quem gosta muito e delas faz questão,
pois diz que faz bem ao coração...
Eu gosto de você gostar,
vamos então gostar juntos?
Claro, juntos ainda que distantes nesta arte...
Que tal então, beijos...
juntos, ainda que distantes?
Beijos que deixam sementes,
apenas beijos inocentes,
lembrando a infancia,
em sua doce inocencia...

Marcial Salaverry

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados