AMANDO EM PLENITUDE

 

 
 
 
 
AMANDO EM PLENITUDE
Marcial Salaverry
 
Ao estar amando de verdade,
deve saber aproveitar a felicidade 
de amar e ser amado pela pessoa querida,
com um amor completo, por toda a vida...
Ama-se como se fosse um sonho,
com sensações que se multiplicam em loucura,
com delirio nos momentos de apogeu...
Para uma ausência nunca há consolo,
só uma saudade doída que domina
os amantes à distância,
sentindo a presença sempre querida...
E nos momentos de paixão e loucura revela-se
que é apenas à criatura amada e  querida,
que se entrega o coração e a vida...
Quando nas madrugadas frias e silenciosas,
o desejo alimenta o amor tão intenso,
o pensamento vai sempre mergulhando
nos momentos em que estiveram se amando...
Esse amor tem o poder de encantar a vida,
fazendo-a deliciosamente vivida...
E é sòmente a pessoa amada
que desejamos sentir ternamente abraçada...
E em meio aos sonhos, em doce alucinação,
sente-se bater mais forte o coração...
E assim, sente-se da felicidade a virtude,
quando se ama em plenitude...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados