CERTAS PESSOAS INCERTAS

 

CERTAS PESSOAS INCERTAS
Marcial Salaverry
 
Certas coisas que acontecem,
certas pessoas incertas,
pessoas que vem, que vão,
que sequer sabemos quem são...
e de seus atos, podemos dizer
que é um resto de nada,
é o que sobrou do que não houve,
é apenas o restolho,
é um pedaço de um caco,
é o cocô no sapato...
Algo que incomoda,
e que falta não faz...
É o que veio sem vir,
aquele parente chato,
ou o amante sem amor...
É um nada dentro de um tudo,
sequer digno de estudo...
Será apenas um ninguém,
que jamais será um alguém...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados