A VALSA DO AMOR

 


A VALSA DO AMOR
Marcial Salaverry

Uma bela valsa tocando...
Pegando pela tua mão,
pela cintura te enlaçando,
rodopiando pelo salão,
nossa emoção aumentando...
A orquestra não para de tocar,
e nós sempre a valsar,
nossos corpos harmonizados,
romanticamente colados,
seguem bailando...
E a orquestra tocando...
Não queremos mais parar,
pensamos em nos beijar...
Mas não, não é permitido,
em público, um beijo é proibido...
Ficamos na vontade,
e caímos na realidade...
Foi um lindo sonho,
docemente risonho...
Nós dois... uma valsa.. o amor...
Um sonho risonho...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados