DOIDOS... SOMOS POETAS

 

 
DOIDOS... SOMOS POETAS
Marcial Salaverry

Poetas que somos,
se a doidos não chegamos,
pouco faltará...
Amores imaginamos,
com sonhos sonhamos,
esses amores vivemos
nesses sonhos que temos...
Sejam nossos ou não,
são amores, mexem com  o coração...
Pensamos num mundo de Paz,
e disso o mundo é incapaz...
Queremos ver viva a Natureza,
e o homem quer acabar essa beleza...
Queremos para todos a felicidade,
mas... cadê de todos a vontade?
Então nos revoltamos,
contra as injustiças protestamos,
mas não escutam o que falamos...
De doidos e alienados somos chamados,
por causa de nossos versos apaixonados...
Até de insensíveis fingidores,
ou simplesmente, de doidos atores...
Finalmente, com o mundo concordamos,
e totalmente doidos nos achamos...
Mas... analisemos e convenhamos...
é uma doideira gostosa,
e nossa imaginação maravilhosa,
nos leva ao espaço infinito,
saindo deste real tão finito...
Poetemos neste poetar bonito...
E para nos definir, deixemos o mundo aflito...

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados