ANALISANDO CERTO TIPO DE COMPORTAMENTO

 

São certas noticias que lemos, certos fatos que acontecem, que nos fazem
pensar sobre o verdadeiro caráter das pessoas...
Nem todos são como aparentam ser...
Existe muito lobo vestindo pele de cordeiro...
Ósculos e amplexos,
Marcial

ANALISANDO CERTO TIPO DE COMPORTAMENTO
Marcial Salaverry

Para entender certas coisas da vida, é preciso levar em conta que realmente a vida é uma coisa muito interessante, e chega mesmo a ser uma eterna "caixinha de surpresas", sempre nos surpreendendo com coisas que acontecem, com certas atitudes de algumas pessoas, que acabam sendo totalmente inesperadas.

Por exemplo, existem pessoas dotadas de uma cultura elevada, inteligentes, extremamente capazes, e que justamente por isso nos fazem prejulgá-las como pessoas equilibradas, racionais, incapazes de atitudes descabidas, e nos surpreendemos quando descobrimos que elas são capazes de certas atitudes totalmente irracionais, de promover certos assédios ou perseguições, que melhor ficariam em novelas ou em filmes "C".

Vamos entender que a vida é um ir e vir de alegrias, de decepções, de erros e acertos, e o mais importante é com isso tudo, sempre tentar aprender, crescer espiritualmente. Se pararmos para pensar porque cada um de nós nasce de uma forma, numa determinada situação, numa família pobre, outros em situação confortável, podemos nos perguntar se Deus é injusto com essas criaturas que podemos dizer serem desfavorecidas pela sorte, mas não podemos acreditar nisso, acredito, antes, na evolução do ser humano, e quanto mais nos decepcionamos com coisas da vida, mais podemos crer, sobretudo por notar que existem pessoas que precisam crescer, não em conhecimento das coisas do mundo, mas crescimento da alma, do espírito. Na verdade, de que adianta ter um mestrado, um doutorado e todos os "ados" da vida? Igualmente não adianta ter fama, dinheiro, pois um compra o outro mesmo, mas o sentimento puro, diante do semelhante, este não há dinheiro que compre.

Na verdade,  nossas origens, o porque nascemos de uma maneira ou de outra, é algo totalmente inexplicável. Mas o que vem depois, o crescimento ou não das pessoas, o tipo de vida que vão levar, o que vão fazer em sua caminhada, é algo que depende mesmo do chamado "livre arbítrio".  Cada qual é, ou deveria ser responsável pelo que faz.
Assim, se vai estudar ou não, se vai  ser uma pessoa de bem, ou se vai ser um drogado, se vai procurar pautar suas atitudes procurando observar as leis naturais da vida, são coisas que independem da vontade divina, estão mais vinculadas à vontade das pessoas que decidem a maneira pela qual vão viver.

Realmente, sempre qualificamos as pessoas segundo o que elas aparentam.  Claro, que existem pessoas que cresceram materialmente, amealhando recursos ou instrução, mas que não conseguiram desenvolver seu espírito, ao mesmo nível de seus conhecimentos, são pessoas que se recusam a enxergar adiante de seu umbigo, são pessoas que, quando enfiam uma coisa na cabeça, acham que aquilo tem que ser da maneira como querem, seja ou não algo correto, e, se contrariadas em sua vontade, tomam certas atitudes atrabiliárias, causando mal estar entre pessoas que lhe haviam oferecido amizade e consideração, mas como ousaram contrariá-lo em algum capricho, ei-los furiosos, fazendo cobranças, exigindo atendimento a seus desejos, sem respeitar os direitos alheios.
São pessoas incomodativas e frustradas, que não sabem entender quando não são desejadas, simplesmente passaram por cima da vontade alheia, eis que apenas lhes interessa ver seu ego satisfeito. E exercem pressões incomodas, e procuram fazer baixas chantagens emocionais, e tomam atitudes que beiram o ridículo, e isso tudo, apesar de serem pessoas de elevado grau de instrução, doutorado, etc... Infelizmente isso ocorre mesmo. Houve o crescimento material, e não houve o crescimento espiritual. Algumas chegam até a altos cargos em uma Nação, mas que não conseguem livrar-se de uma alma malsã, e só pensam em seu enriquecimento material, ao mesmo tempo que conseguem seu empobrecimento espiritual...

Acontece que é justamente o crescimento espiritual que nos faz entender a vida, como deve ser vivida. Faz-nos entender que quando as coisas não correm como queremos, devem ser aceitas. Faz-nos entender que todos tem direito às suas opções de vida. Faz-nos entender que nada deve ser conquistado pela força. Faz-nos entender, enfim, que sempre nosso direito termina onde o começa o do outro, e, atingindo esse grau de compreensão, melhoramos como pessoas, chegamos a um melhor nível de compreensão da vida.  Quanto melhor entendermos os outros, mais seremos entendidos.  Quanto melhor respeitarmos os outros, mais seremos respeitados.

Assim é a vida. É fácil de ser vivida. Basta que saibamos vivê-la.  Basta aceitarmos os direitos que todos têm à vida, e nossos direitos também, serão respeitados.

Assim, respeitando os direitos de todos, desejo UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados