LEMBRANÇAS DA JABOTICABEIRA

 


LEMBRANÇAS DA JABOTICABEIRA
Marcial Salaverry
 
À sombra da jaboticabeira,
esperava-me a garota namoradeira...
A garota era uma beleza,
seria ótimo amar na Natureza...
A menina não tinha idade,
para perder a virgindade...
Deu um jeito a jaboticabeira,
para que não fizessemos a besteira...
Ao encostar no tronco, para um beijo,
todo pleno de desejo...
Uma tatorana marota,
queimou as costas da garota...
E acabou com a aventura,
por causa da queimadura...
Velha jaboticabeira querida,
uma das lembranças de minha vida...
Assim... um amor se acaba...
Só consegui comer a jaboticaba...
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados