AMÁ É UM TREM BÃO

 

 

  Óakiprocêvê, e pra tê certeza di quê,

Amá é um trem bão, maimiódibão quisisti...
Amá, pra modi vivêmió...

AMÁ É UM TREM BÃO
Marcial Salaverry
 
Amá é um trem bão,
óakiprocê vê qui é maimiódibão...
Socê prová di meus cafuné,
vai morrê di prazê, muié...
Gostu di fazê munto carinho,
vô ti enchê di denguinho...
Adispois tambem tein us beijinhu,
qui é pra modi ocê sapaxoná di veis,
i querê sempre otrasveis...
Esse tar di amô,
na vredadi, dá um baita calô
na arma da genti,
dexa inté dementi...
Vem prus braçumeu,
seje u amômeu...
queu serei o dengoteu...
Vamo si amá zamô, inté si fartá
qui é pra modi adispois nossus fio criá...
Pormeto qui nunca vô ti bandoná,
vô ti amá, inté minha vida si acabá...
Sô inté capais di trabaiá,
si arguéim quisé mi porveitá...


 
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados