O CERTO E O ERRADO

 

 

 
 

 
O CERTO E O ERRADO
Marcial Salaverry
 
Na eterna discussão sobre quem será o culpado por algo que foi feito, antes de qualquer julgamento apressado, temos que convir que para todo e qualquer caso,  sempre haverá mais do que uma versão, e para que se possa então definir quem é o culpado do que, será necessário conhecer todos os angulos do caso.
Aquilo que será o certo ou o errado, dependerá do enfoque que se der ao caso, e mais ainda para que lado vai pender o interesse dos envolvidos.
O que é certo para o promotor, será errado para o advogado de defesa, por mais que o caso esteja claro, pois sempre os interesses pessoais são vistos acima do império da lei, da ordem, e do direito à vida.
Então, conforme seja o angulo a ser observado, por vezes uma pretensa vítima pode ser mais culpada do que o culpado.
Por exemplo, num caso de suborno. Quem será o real culpado, aquele que aceita o suborno, ou o que o propõe?
Quem será o culpado do atropelamento, o motorista que diriga embriagado em excesso de velocidade, ou o transeunte que foi atravessar a rua em sua frente, sem observar direito a rua?
Assim, muitas vezes a Lei e os reais Direitos Humanos são distorcidos, em defesa de interesses espúrios, pois os corruptos julgam ser natural o ato de corrupção, e os traficantes apenas existem, porque os viciados os procuram, e o ladrão da galinhas, porque está com fome, e o politico desonesto, porque precisa movimentar sua conta nas Bahamas, e porque quer tomar mais Brahmas... Se um político é corrupto, quem é mais culpado? Ele por ser corrupto, ou o povo que o elegeu?
Sempre será dificil definir quem é real culpado pelas coisas que acontecem.
Podemos dizer que o grande culpado foi Deus, porque escolheu um barro de má qualidade...
Estarei certo ou errado?
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados