PARA CONHECER A FELICIDADE

 

 


 

Para conhecer a felicidade, é importante saber conhecer-se, e principalmente,
saber amar-se, para bem aquilatar as reais possibilidades de atingirmos esse grande
objetivo de vida, que é a felicidade...
Osculos e amplexos,
Marcial

PARA CONHECER A FELICIDADE
Marcial Salaverry

Certamente este é o grande objetivo de qualquer ser vivente, ou seja, conhecer a felicidade e poder vive-la em clima de paz e tranquilidade.
Na verdade, parece que é muito simples ser feliz, e para tanto, basta não ser infeliz, basta procurar viver uma vida sem grandes sobressaltos, evitando preocupações desnecessárias. Realmente é algo muito simples, com certeza. Chegar a esse nirvana é que são elas...
Teoricamente é simples assim, acontece que temos uma inacreditável tendência para conseguir complicar a vida, como que procurando chifre em cabeça de cavalo solteiro.
O grande segredo para a felicidade, é simplesmente simplificar, ou melhor, descomplicar as coisas...
Quantas vezes iniciamos discussões com as pessoas de nosso convívio, como parentes ou amigos, por motivos realmente banais. Por vezes esse desentendimento cresce e atinge proporções de briga. Por que não parar para pensar um pouco antes de começar a encrenca? A maioria das crises familiares
teve início por pura teimosia, o tradicional “não dar o braço a torcer”...
Algumas vezes encontramos problemas de difícil solução no momento, ou mesmo de impossível solução. Ao invés de nos desesperarmos, o melhor é dar tempo
ao tempo, e assim, pensando com mais clareza, será mais fácil encontrar uma solução, e se esta inexistir, paciência, vamos procurar por outro caminho, uma vez que o que não vai resolver nada será nos desesperarmos. Só poderá agravar o problema, pois poderemos ficar estressados e complicar a saúde também, e portanto, aumentando o problema. Então o melhor é deixar de lado, pelo menos no momento...
Ainda pode ter aquele sonho há muito tempo acalentado, que acabou dando em nada. De que adiantará ficar lamentando não tê-lo realizado? Não deu certo? Paciência. É prá frente que se anda... Vamos tentar por outros caminhos. Ou o mesmo sonho, ou então busquemos outro. O que não podemos é simplesmente lamentar nossa má sorte. Possivelmente sonhamos alto demais para nossas possibilidades. E se um castelo ruiu, poderemos construir outro. É bem melhor do que simplesmente lamentar o sonho perdido, não realizado.
Assim é a nossa vida. Temos que aceitar as duas faces da moeda. A mesma serenidade demonstrada numa vitória, deverá existir numa derrota, uma vez que não adianta esquentar a cabeça, deixando que a ansiedade tome conta do seu pensamento, não sendo válido desperdiçar toda essa energia, vamos manter a cabeça fria e tocar a bola pra frente.
A vida não é feita só de vitórias, nem tampouco apenas de derrotas, apenas temos que saber balancear as coisas, pois com certeza será bem mais fácil viver assim.
Resumindo, devemos saber escolher nossas prioridades, sempre procurando os caminhos mais simples para chegar a nossos objetivos, e quando um projeto ficar por demais complicado, ao invés de malhar em ferro frio, talvez seja melhor mudar o projeto, se não for possível esquentar o ferro.
Isto vale tanto para as coisas mais prosaicas da vida como decidir o que vamos almoçar hoje, como também para as mais importantes, como nossa sobrevivência, por exemplo...
Até mesmo para as questões do coração devemos pensar dessa maneira, pois muitas vezes pensamos estar amando alguém.
Porém, por razões diversas esse amor não está a nosso alcance. Circunstâncias impedem que o amor se desenvolva. Quais? Ora, quaisquer circunstâncias que não permitam seu desenvolvimento. Por exemplo o amor ser unilateral. Amamos, mas não somos amados. Pode ser triste, mas a única solução é deixar de lado e abrir o coração para outro. Pra que tentar conquistar o que está se revelando inconquistável? Ficar remoendo esse amor impossível? Muitas vezes existem fatores que não permitem viver-se junto da pessoa amada. Mas nesses casos, se houver reciprocidade, o amor pode ser curtido mesmo à distância. São circunstâncias da vida, que podem ser contornadas. Agora o desamor de uma das partes, é malhar em ferro frio, que nem sempre pode ser esquentado.
Enfim, até que é fácil ser feliz. Basta fazer nossa parte. Basta descomplicarmos a vida. Basta que aceitemos o que podemos ter, esquecendo certos sonhos impossíveis.
Alguns poderão argumentar que a vida é feita de sonhos. Concordo, mas é feita de sonhos realizáveis. Quando o sonho se mostra muito acima de nossas
forças, começa a complicar, pois poderá tornar-se uma obsessão, e aí fica perigoso, podendo atrapalhar nossa felicidade de vida. E esta é muito importante.
Assim, temos que saber usar nossa energia interior para que possamos fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados