EM DEFESA DA NATUREZA

 

 



EM DEFESA DA NATUREZA
Marcial Salaverry

É nossa obrigação para com o Amigão, sempre defender a Natureza. O que o bicho gente precisa entender é que, sem qualquer sombra de dúvida, a melhor maneira de viver a vida, é procurando extrair tudo o que ela tem de bom para nos oferecer, e a Natureza é melhor fornecedora dessas coisas boas vitais para nós.
Devemos aprender a curtir a Natureza, cujas benesses nos são oferecidas gratuitamente pelo Criador, tais como o incrível espetáculo que nos oferece o sol ao despertar e ao descansar, ou então a  beleza de uma noite de luar.  Que dizer então do brilho das estrelas?
Ou então apreciar um rio, que tanto corre plácido pela planície, ou tomba em ruidosas cascatas nas montanhas.  E quando encontra pedras em seu caminho, enfurece-se e fica ainda mais belo em suas corredeiras.  E todo o alimento que nos oferece... Basta-nos pescar.  Infelizmente nossos rios estão sendo assassinados pela poluição provocada pelas porcarias que nós mesmos jogamos neles, cometendo uma enorme ingratidão com quem nos extasia com sua beleza, e nos alimenta com seus peixes.
E com certeza, um dos mais belos espetáculos nos é oferecido pelo mar. Seja quando em calmaria, chegando até a praia em suaves marolas, seja quando tempestuoso, atingindo-nos com suas enormes ondas. Só é necessário respeita-lo em  sua fúria, mantendo-se à distancia.  Por vezes ruge com incrível ferocidade em maremotos devastadores.  Talvez revoltado com o descaso com que o homem trata a Natureza, jogando toda sorte de detritos em rios e mares.
Temos ainda nossas matas, expondo todas as tonalidades de verde que se pode imaginar.  À sombra de suas árvores, recuperamos nossas energias, enquanto passeamos curtindo tanta coisa linda, sejam flores aqui e ali, ou plantas exóticas, isso sem falar em alguns animais que sempre procuram se esconder, pois sabem da maldade dos humanos. Lindas e coloridas avezinhas chilreando por entre  o arvoredo. Ao raiar e ao por do sol, apreciamos o maravilhoso espetáculo proporcionado pelas aves, ao deixar ou voltar para os ninhais, em belíssimas revoadas.  É um espetáculo para ser assistido de fraque e cartola, e aplaudido de pé, pois temos a oportunidade de juntar à revoada da passarada, a inenarrável beleza do astro-rei, nosso querido sol...
Essas belezas todas estão à nossa disposição.  Para bem desfruta-las, basta prepararmos o espírito para tanta beleza e, claro temos que tratar  a Natureza com o devido respeito, pois tanto o sol, quanto rios e mares, as matas, e até mesmo o luar, tem seus limites. Temos que ter o bom senso de saber até onde se pode chegar, não cometendo abusos que poderão colocar em risco nossa segurança.
E ainda fica um brado de alerta, pois estão tentando acabar com tudo isso, queimando nossas matas, poluindo nossos rios e mares, dizimando nossa fauna e nossa flora. Será que apenas quando nada mais disso existir vamos despertar para a realidade?
Para que possamos bem viver e bem desfrutar de tudo isso, temos que respeitar o espaço que a Natureza exige.
Se não o fizermos, talvez essas belezas todas, em futuro não muito distante, apenas constará de peças de museus, onde em meio à aridez total, poder-se-á
lamentar toda essa imprevidência. Na expectativa de que ainda haja uma solução, vamos apenas lembrar que "Nada tem graça se não for bom para o seu corpo, leve para o seu espírito e agradável para o seu coração ......"
E, não somente apreciando a Natureza, mas colaborando para sua manutenção, tudo será possível, pois ela é "leve para o espírito" e "agradável´para o coração", sendo, portanto, bom para nosso corpo...
O que voce já fez em defesa da Natureza?

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados