VIVENDO A VIDA

 

Nossa vida se divide em três etapas fundamentais, quais sejam passado, presente e futuro. Isto é óbvio e lógico demais.
A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás; mas só pode ser vivida olhando-se para a frente.(Soren Kierkegaard)
Sem dúvida alguma, temos que sempre mirar o futuro, para procurar conduzir nosso destino da melhor maneira possível, não nos esquecendo de viver o presente da maneira a mais intensa possível, mesmo porque jamais poderemos saber quanto tempo de futuro nos resta ainda, seja  1 minuto, 1 hora, 1 ou mais anos, razão pela qual é importantíssimo aproveitar todos os momentos e os vivermos o mais intensamente possível.
O passado já passou, mas nem por isso deve ser esquecido. Devemos sempre dar uma olhadinha para trás. Seja para encontrar algum parâmetro para o que está acontecendo no momento, seja para ver os erros cometidos e não mais repeti-los.
Muitas vezes nos defrontamos com situações já vividas, ou melhor, com situações semelhantes às já vividas. É interessante aproveitar essa nossa experiência, para aquilatar melhor que atitude tomar. Aproveitar erros ou acertos do passado, para confirmar ou mudar situações do presente.
É uma maneira de compreendermos a vida. É importante saber olhar o passado, para tirar lições, prevenindo-nos assim contra algumas possíveis contrariedades. É importante viver "olhando-se para a frente", mas de vez em quando voltar a cabeça para o passado, para medir melhor nossas atitudes.
Será importante preparar uma base para o futuro, mas isso não deverá se transformar numa obsessão, pois muitas vezes, nos preocupamos em demasia com a preparação para o futuro, e nos esquecemos de viver o presente. Mais tarde, poderemos nos arrepender de ter deixado muita coisa para trás, apenas "porque não era seguro..."
Devemos aproveitar cada oportunidade que surgir para fazer alguma coisa nova, para alguma tentativa, mesmo que seja para a realização de um sonho maluco, pois se não tentarmos, como saber que  era realmente maluco?
E se cometermos algum erro agora, servirá de subsídio para o futuro. Não o repetiremos. Mas se o deixarmos de lado "porque é apenas um sonho maluco", poderemos tentar realizá-lo mais tarde, e se for realmente maluco, talvez não tenhamos mais tempo para consertá-lo.
O que sempre se recomenda, é ponderação. O fato de querer viver a vida intensamente, não significa que deveremos cometer todas as loucuras possíveis e imagináveis (embora muitas vezes essa vontade passe por nossa cabeça...). As situações devem ser medidas e analisadas antes de serem executadas. Apenas, penso que nos basta ter um senso crítico apurado, para separar o joio do trigo, para entender o que é uma aventura, e o que é uma loucura pura e simplesmente...
Olhar para o futuro, traçar planos para vivê-lo de uma maneira melhor, mas sem abdicar do direito de desfrutar bem o momento presente, que é na verdade o presente a ser desembrulhado.
Procurar viver o momento atual, sem nos prender demasiadamente ao passado. Muitos deixam de viver a atualidade, apenas evocando, sejam as glórias, sejam as derrotas já ocorridas. Ora... isso já ficou para trás. E é pra frente que se anda...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados