LEMBRANÇAS... RECORDAÇÕES

 

 
LEMBRANÇAS... recordações
Marcial Salaverry

A medida que o tempo vai passando, sempre as lembranças vão se acumulando em nossa memória. Podemos dizer que vamos "salvando arquivos". Pode acontecer de algum vírus atacar os arquivos, é o "vírus amnésico". Aí... não tem mais jeito.
Quando não acontece isso, é muito normal que as "pastas" sejam sempre armazenadas, pois a passagem dos anos forçosamente aumenta a carga de recordações.
Algumas boas, outras más, outras nem tanto, mas que de uma maneira ou de outra exerceram alguma influência em nossa vida, sendo testemunhas do que ocorreu conosco.
Pessoas que de uma maneira ou outra nos influenciaram, determinando certos rumos de nossa vida. Quem não tem na sua lembrança alguém que marcou de alguma maneira sua passagem a nosso lado? Um professor, alguma amizade especial, aquele famoso tio "diferente", um avô genial, um primo genioso, enfim, alguém de quem nos lembramos de uma maneira especial, aquele amor que não conseguimos ter a nosso lado, alguém que nos aconselhou a escrever "por que tínhamos jeito"... Pessoas que marfcaram sua presença, tornando-se inesquecíveis.
Acontecimentos ou pessoas que marcaram de forma definitiva nossa vida.
Se as lembranças forem boas, devemos guardá-las em um recanto especial de nossa memória, se forem más, o melhor é esquecê-las. Para que servem, senão para nos aborrecer? Se nos aborrecem, então para que recordá-las? O melhor é deixar prá trás, perdidas no passado que é o lugar delas. Não vale a pena guardar-se más recordações. Pessoas que foram negativas, devem ser esquecidas. Somente devemos deixar um aviso, recomendando cuidado, para evitar repetição de certos erros de julgamento. Certas pessoas que julgávamos uma experiência positiva, que nos poderiam trazer algo de bom, podem se revelar nefastas. Tecla Del nelas. Só devemos errar uma vez.
Devemos sempre guardar com especial carinho, não somente as boas lembranças, como também a recordação boa das pessoas que entraram em nossa vida, mesmo que por pouco tempo, mas que deixaram lembranças gostosas, carinhosas.
Aquele gostinho de "quero mais" em nossa vida, aquela pergunta: Mas... já???
A propósito, uma de nossas amigas enviou hoje uma mensagem muito interessante, com um destaque especial para esta frase:
Os que passam em nossas vidas não vão sós. Deixam um pouco de si e levam um pouco de nós.
Realmente muito interessante e verdadeira. Quantas vezes um amigo (ou amiga) teve curta passagem junto a nós, deixando porém uma marca indelével de sua caminhada, pois existem atitudes que realmente marcam uma presença, que deixam aquele gostinho de saudade, aquela lembrança boa. Convenhamos, é gostoso demais lembrar de criaturas que marcaram positivamente nossa vida, que foram responsáveis por algumas mudanças de rumo decisivo. Particularmente, tenho uma lembrança muito especial pelas amigas que me levaram a uma mudança muito grande em minha vida, encorajando-me a escrever e poetar. Estejam certas de que jamais serão esquecidas, e mesmo que se afastem, jamais as esquecerei. Já estão guardadas em uma pasta especial em meu coração. Não cito nomes, para não cometer injustiças, mas se estiverem me lendo, saberão que estou falando delas.
Um gesto de amizade, uma ajuda em momento de necessidade, aquele sorriso numa hora de tristeza, aquelas palavras que tiveram o condão de levantar nosso ânimo, são coisas que não podem ser esquecidas, que verdadeiramente nos fazem lamentar certas ausências.
Da mesma maneira que isso ocorre conosco, nossa presença muitas vezes pode influenciar a vida de outras pessoas. Por essa razão, sempre devemos agir positivamente, sem nunca procurar prejudicar a quem quer que seja, evitando discussões inúteis que não irão levar a lugar nenhum. Sempre é melhor marcar sua passagem amigavelmente do que criar situações polemicas. Se podemos facilitar a vida, porque complicá-la com querelas e quizilias?
Qualquer atitude negativa, geralmente tem o efeito "bumerangue"... o mal que se desejar a alguém, pode voltar contra a pessoa mal intencionada.
Existe um provérbio conhecido que diz:
Viva de maneira a que quando for morrer, todos chorem, menos você.
Isso só se consegue se sua passagem pela vida for positiva, e, quando falarem de você, complementem a frase dizendo: Boa gente!!!. Aí então, sua partida será lamentada.
Estou muito proverbial hoje... Mas o assunto merece.
Bem amigos, só me resta desejar que todos obedeçam à minha ordem (já fazia algum tempinho que não dava ordens) : TENHAM UM ÓTIMO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados