EM BUSCA DA FELICIDADE

 

 

EM BUSCA DA FELICIDADE

Marcial Salaverry

 

Passamos uma grande parte  de nossa vida, sempre procurando algo,  correndo atrás de alguma coisa  que desejamos, que pode ser um amor, um emprego, uma amizade, uma casa, ou seja, estamos eternamente buscando algo, que muitas vezes não sabemos bem o que seja.

Quantas vezes nos surpreendemos, tentando descobrir o que estamos fazendo neste mundo, tentando encontrar a tal da felicidade.

Quantas vezes ficamos parados, tentando imaginar o que poderemos fazer para mudar de vida, ou para alcançar algum objetivo que levamos no recôndito de nossa mente, e ainda não conseguimos saber o que é.

Acredito realmente, que devemos nos empenhar para alcançar o que queremos, no entanto, se não estamos conseguindo, provavelmente algo nesta busca está errado, e talvez seja a falta de um objetivo definido, e que seja aquilo que realmente queremos, e temos condições de atingir, pois muitas vezes tentamos conseguir algo totalmente fora de propósito, e nos frustramos quando descobrimos essa improbabilidade.

Não podemos desejar que tudo nos corra facilmente,  menos ainda  devemos desistir quando as coisas se tornam difíceis, pois, na verdade,  se nosso esforço não está dando resultados, é porque talvez não estejamos agindo  adequadamente para atingir tais objetivos.  Talvez seja hora de buscar novos caminhos, traçar novas metas. Repensar em alguma coisa que deixamos para trás.

Na realidade, certos tropeços que sofremos, são como se fossem símbolos, algo que nos faça entender que, antes de merecer aquilo que desejamos, precisamos aprender algo de importante, precisamos estar prontos e maduros para viver determinadas situações, necessitamos basicamente saber aquilo que queremos e saber direcionar nossos esforços para objetivos exequíveis, ao invés de simplesmente parar e deixar a vida passar, ou então insistir em algo impossível, ou que irá exigir esforços acima de nossas forças.

Na verdade, não devemos correr insanamente atrás daquilo que desejamos. É importante compreender  que a vida segue um curso natural, que  é perfeito.  As coisas acontecem quanto tem que acontecer.  Nossa ansiedade é que muitas vezes atrapalha nosso próprio caminho.  Falta-nos paciência para conseguir aquilo que queremos.  Sempre temos urgência em atingir nossas metas, sem pensar que tudo acontece no seu devido tempo, livremente, seguindo um curso natural.

Para podermos saborear uma conquista, devemos estar em condições de festeja-la.  Certamente a valorizaremos muito mais se ela nos custou muito esforço, se tivemos que mostrar nosso real valor para consegui-la.  Mas  soubemos dar cada passo para a conseguirmos.

Então, não podemos nos limitar a tentar apenas chegar ao final do caminho o mais rápido possível, temos que saber desfrutar desse caminho.  Comparando com uma viagem, onde temos um ponto de saída e um de chegada, e um longo caminho a percorrer. O importante, claro, será chegar ao destino, mas devemos saber aproveitar a paisagem que temos diante de nós.  Além de nossos objetivos, temos que saber cuidar de nosso jardim, temos que saber aproveitar a paisagem. Temos, enfim, que saber viver, e que tudo faz parte da vida. Momentos de lazer, e de prazer.  Trabalho e distração.  Dor e sofrimento.  Tristezas e alegrias.

Temos que saber nos amar, para que possamos amar a vida, e escravizando-nos a objetivos, estaremos nos sacrificando, e não nos amando.  Vamos pensar na vida, e vamos vive-la também.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados