AMOR VERDADEIRAMENTE BEM VIVIDO

 

 


AMOR VERDADEIRAMENTE BEM VIVIDO
Marcial Salaverry

Um amor, para ser bem vivido, tem que ser um amor de verdade, aquele que nos aquece, entontece e nos apaixona, mudando o rumo de nossos pensamentos.
É difícil e complicada a arte do amor. Para poder amar, temos que saber amar, e tambem temos que saber como ser amado, sendo preciso entender que o amor é uma eterna doação, que começa com o olhar, prossegue com o toque de mãos, e atinge o coração, aquecendo os sentidos...
Para sincera e verdadeiramente dizer "Eu te Amo", é necessário julgar-se com o coração, sentir na alma, e falar com os sentidos, pois o amor só é completo, quando pode ser falado de coração a coração, em terna reciprocidade, e com total sinceridade, e certamente, havendo sinceridade,  o amor poderá existir por muito tempo.
Para bem sentir o amor, podemos começar por  pegar na mão, e  depois, encontramos o braço, e nos fechamos num abraço, encontrando o coração, que baterá em uníssono, fazendo-nos entender que o amor realmente é uma coisa muito gostosa e traz uma doce sensação, que consegue nos aquecer o coração, dando mais vida para a vida.  Mas, em compensação, pode nos tirar a razão, levando-nos a muitas loucuras, se nos deixarmos dominar pela paixão, e as paixões são perigosas, eis que provocam gostosas sensações, mas são de duração efêmera.
Assim, é melhor viver um amor terno e eterno, do que uma louca e efêmera paixão.
 
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados