PREMONIÇÕES

 

Inicialmente, como estou sentindo uma certa premonição, quero avisar para alguns mais gozadores, que não estou pretendendo armar ninguém antecipadamente, pois estou falando de premonição, e não pré-munição... Já fica aí, um exemplo do que quero dizer.

 

Muitas pessoas por vezes, sentem uma espécie de antevisão de algo que vai ocorrer. A idéia nunca surge nítida e definida.  Simplesmente pressentem que alguma coisa vem por aí, se boa ou ruim, depende muito de saber interpretar aquilo que se sente.

 

Exemplificando, uma pessoa tem o hábito de sempre seguir por determinado caminho. De repente, não mais que derepente, vem à cabeça um pensamento estranho, que parece sugerir uma mudança de rumo, que se deve seguir por outro caminho.

 

Por estranho que possa parecer, quando isso ocorre comigo, sempre sigo o "aviso", e procuro outro caminho.  Mais de uma vez, pude constatar que tal mudança, por um motivo ou outro, acabou sendo benéfica.

 

Teria sido um aviso? Não sei como interpretar.  Nada pode ser apresentado como verdade absoluta, pois é um assunto por demais complexo, e cercado de crendices.

 

Tenho uma visão muito realista sobre a vida, e acredito muito na força do destino.  Mas acredito também que temos condições de mudar nosso destino, usando para isso de nosso livre arbítrio, ficando a cargo de nosso julgamento pessoal o seguir ou não certos impulsos que sentimos.

 

Por vezes, começamos a pensar muito fixamente em determinada pessoa que há muito não dá notícias.  Quando isso acontece, sugiro que procure se fazer contato com esse alguém.  Pode não ser nada, mas também pode ser um "aviso" de que algo pode ou vai acontecer.  Tudo, questão de interpretação, seguir-se ou não tal impulso.

 

Antes que alguém pergunte, isso também vale para acertar na megasena, desde que se interprete corretamente os números que nos forem "indicados", já que nem sempre meia dúzia é seis...

Isso vale também para negócios ou compras. 

 

Quantas vezes estamos a ponto de fechar algum negócio, ou comprar alguma coisa, e sem mais aquela desistimos. É uma dessas premonições.

 

Não escutamos ninguém nos falar nada, nem ouvimos nenhuma "voz misteriosa".  Simplesmente seguimos um impulso que nos levou a desmanchar o negócio, sem qualquer explicação.

 

Esse tipo de fato ocorre com muito mais frequencia do que se julga.  Parem um pouco para pensar, e vejam se fatos semelhantes já não ocorreram por diversas vezes.  Vale para tudo que faz parte da vida, desde comprar uma coca cola, até decidir um namoro, um casamento, uma sociedade e até uma amizade.

 

Num grupo de pessoas, porque procuramos a companhia de algumas e não de outras?

 

Questões afínicas?  Claro que é por aí...mas o que pode determinar tais afinidades, senão uma intuição (ou premonição) sobre tal ou qual pessoa.

 

Estou sentindo uma premonição de que estou me alongando muito.  Então, antes de escutar reclamações, quero dizer que estou sentindo uma certeza de que todos teremos UM LINDO DIA...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados