DOCE CABOCLA

 

 
UMA DOCE CABOCLA
Marcial Salaverry
 
Naquela linda noite estrelada,
sob o efeito do luar do sertão,
para uma cabocla apaixonada,
sem pensar, entreguei meu coração.
 
Naquela cabocla, vi tal beleza,
tal ternura, e sem nenhuma dúvida, 
senti que era amor, com toda certeza,
seria um amor para toda a vida...
 
Meu coração, de amores se perdeu...
E agora, livre de todas as dores,
sabe que por lindo amor reviveu...
 
Cabocla, minha amada caboclinha,
trouxestes afinal a felicidade
para a tão sofrida alma minha...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados