UM ASSUNTO NOVO: O AMOR

 

Amor, sempre servindo de inspiração para poetas e escritores...
Mas jamais definido...
Osculos e amplexos,
Marcial
UM ASSUNTO NOVO: O AMOR
Marcial Salaverry

Sempre surge um assunto novo e palpitante. Agora é o Amor. Apesar de algo já haver sido dito sobre ele, nunca poderemos pensar que já se falou tudo sobre este assunto, pois mil definições tem o amor, e mais mil surgirão. É o sentimento mais falado e mais discutido que existe.  Tem gente que até tem raiva de ouvir falar em Amor, o que pode parecer mentira, mas é o que ocorre. São pessoas que apenas abrigam maus sentimentos dentro de sua alma.
Convenhamos que é difícil entender como funciona o “bichinho do amor”, que nada  tem nada a ver com  o tal do mosquito Aedes Egypt, mas os apaixonados ficam sempre  dengosos...
Pode-se dizer que o amor também é responsável pela explosão populacional do mundo, e que sem qualquer sombra de dúvida, é a mola mestra que move a humanidade.
Quantas histórias e estórias lindas já foram vividas, inventadas e escritas sobre amores reais e ficcionais. 
Quantas tragédias o amor já causou, quanto se traiu em nome do amor, quanto se viveu por amor, mas tambem devemos salientar que o amor já foi responsável por grandes atos de heroísmo, de covardia, e também de muita violência. Tudo em Nome do Amor.
Existem pessoas que ante a iminência de perder um amor, são capazes de agir desesperadamente, são capazes de matar ou morrer. Essas, certamente, são pessoas desequilibradas, pois o amor verdadeiro nunca pode levar à violência, já que é um sentimento que normalmente inspira muita paz, muita tranquilidade, e porque não dizer, muito amor...
Li uma frase muito interessante sobre o amor, de autoria daquela meu grande amigo L’Inconnu.  Bom menino.  Talentoso e modesto. Vejam esta frase :
"Se perder um amor, não se perca.  Se achá-lo, segure-o"
Sem qualquer sombra de dúvida, reflete um grande ensinamento que, sendo bem aprendido e apreendido, evita que se cometam os atos desesperados a que me referi acima.
Há que se refletir sobre essa frase "Se perder um amor não se perca", e isso sempre depende da maneira com que um amor é perdido. Se foi alguém que simplesmente  terminou um relacionamento e partiu, o melhor mesmo é  tratar de esquecer esse alguém, pois se resolveu acabar com tudo é porque deixou de amar, ou então nunca amou de fato. É melhor deixar que se vá, porque não adianta querer prender alguém contra a vontade, pois a base para que o amor sobreviva é a reciprocidade.
Nesse caso,  o que se deve fazer é "não se perder", nem se desesperar, mas procurar esquecer e, se possível, partir para outro amor, pois a vida  continua.
Sempre é mais difícil o esquecimento quando a perda é devido a morte. Nesse caso, o que se pode fazer para "não se perder", é procurar lembrar sempre dos bons momentos vividos juntos, sempre que a saudade apertar. Não resolve, mas ajuda, pois a lembrança dos bons momentos, das alegrias vividas juntos, sempre diminui a dor da partida. Não é fácil, mas é o melhor caminho.
Agora a parte final é bem importante mesmo, pois o "Se achá-lo, segure-o" é o melhor conselho que existe. Quando encontrarmos aquele grande amor, temos mesmo que investir pesado para mante-lo. Dizem os entendidos, que o amor verdadeiro só passa uma vez na nossa vida. É necessário, portanto, identificá-lo. Saber quando é ele que está em nossa companhia, e não perde-lo, se existir a reciprocidade.
Agora uma coisa é certa, não é muito fácil segurar o amor ao lado.  Exige muita dose de compreensão, exige muito diálogo, muito entendimento. Os maus momentos devem ser respeitados e entendidos, de parte a parte.  Não cabe o radicalismo.   Há que saber se apoiar nas horas difíceis.  O caminho para a manutenção de um relacionamento é cheio de renúncias de parte a parte.
E são essas renúncias que por vezes uma das partes, por teimosia, se recusa a aceitar, e que causa rompimentos traumáticos de pessoas que se amam. Um pouco de ponderação por vezes é necessário.
Mas vale a pena, pois sempre é melhor marchar-se a dois pela estrada da vida.
Encontrando-se a falada "alma gêmea", percebendo que nosso sentir tem retorno, vale a pena investir nesse amor, pois, quando existe a coincidência de sentimentos, ou seja, quando ambos se amam,  é a sublimação total.
Isto posto,  crianças, juízo no lugar, e tenham UM LINDO DIA

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados