UMA QUESTÃO DE RESPONSABILIDADE

 

Responsabilidade é algo que nos obriga a fazer coisas contra nossa vontade. Não é exatamente o que desejamos fazer, mas por uma questão de responsabilidade, temos que tomar determinada atitude.
 
Por vezes, é uma questão profissional, por vezes é uma questão familiar, e também pode ser uma questão de fôro íntimo.
 
Vamos analisar alguns aspectos do que é a tal da responsabilidade, ou seja, o que pode ser considerado como "Coisas da Responsabilidade", obrigando-nos a agir de maneira contrária à lógica pura e simples:
 
1-Um advogado tem a responsabilidade de conseguir a absolvição de alguém que ele sabe ser culpado... Triste responsabilidade.... para conseguir a absolvição de seu cliente, tem de provar a inocência de um assassino, ou de um ladrão, ou de um político corrupto. E destes, é o que mais há...

2-Um pai é responsável por delitos que seu filho cometer, enquanto ele for menor de idade... Sendo que na realidade, cada qual deveria ser  responsável por seus atos, seja menor de idade ou não. Se cometeu um delito, deve pagar por ele, não devendo a culpa ser imputada ao pai ou responsável...

3-Temos a responsabilidade por atos cometidos por animais de nossa propriedade. Nesse caso, pode caber a responsabilidade ao proprietário do animal, se ele ataca a alguém por descuido de seu dono, que o deixou solto. Certamente ele é responsável, por ter sido ainda mais irracional que o animal em questão.

4-Esses são alguns dos exemplos das responsabilidades que temos, mesmo contra a nossa vontade.

5-Outro caso pode acontecer, quando, para ajudar a um amigo, o indicamos para um emprego. Pela indicação, temos responsabilidade, pelo menos moral
por desmandos que ele venha a cometer... E  apenas o indicamos levados pela boa fé, para ajudar a um amigo.
 
6-Um fiador é responsável pelo pagamento de débitos de alguém que ele considerava uma pessoa séria.

Entende-se assim qual o real significado da palavra "responsabilidade".  

Na realidade, devemos ser responsáveis apenas por aqueles atos que praticamos, ao invés de avocar-nos responsabilidade por atos alheios.
 
Assim, responsabilidade implica em assumir algo, mesmo que contra a vontade. A paternidade responsável seria apenas assumir o que  o bom senso informa  ser o certo e, nesse caso, sempre assumiremos com boa vontade. 
 
No tocante aos relacionamentos pessoais, no que tange a amizades, amores, algo entre seres humanos, com seus encontros e desencontros,  nós conquistamos o que merecemos. Se desejamos levá-los adiante ou não, depende somente de nós, entrando aí,  a responsabilidade da escolha correta.

Agir com responsabilidade nos relacionamentos, implica em não iludirmos ninguém com  falsa sedução, sendo exigível usarmos de total sinceridade, seguindo a velha norma que diz "
Faça aos outros o que quereis que vos façam". Respeitar, para sermos respeitados, sempre evitando críticas ofensivas, evitando magoar a outrem, pois não queremos ser magoados. Assim, não devemos iludir a outrem visando apenas tirar algum proveito pecuniário. Devemos respeitar os sentimentos alheios.

A responsabilidade entra novamente nessas atitudes dúbias, e suas conseqüências, que são diretamente 
ligadas às projeções irresponsáveis, sempre causando efeitos negativos.
 
E a principal responsabilidade que temos a observar, é procurar fazer de nosso dia, sempre UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados