INDRISO - PENINHA ATREVIDA

 

PENINHA ATREVIDA
Marcial Salaverry

 
Vejo teu belo corpo despido,
languida e lindamente adormecido,
Com esta peninha malandra, vou por ele passear...

Assim, vou te fazer para o amor despertar,
iniciando a caminhada pelos pés,
pelas pernas vou deslizando...

e assim... para o amor te despertando...
 
Espreguiças sensualmente, pronta para o amor...
 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados