NÃO SE PERDE A VONTADE DE VIVER

 


Nunca se deve perder a vontade de viver...
Afinal, só temos uma vida, e se a perdermos...
Osculos e amplexos,
Marcial

NÃO SE PERDE A VONTADE DE VIVER
Marcial Salaverry

Algo que devemos jamais perder, e sempre termos dentro de nós, é uma boa dose de amor pela vida, pois esta que estamos vivendo, é a única que temos, e precisamos aproveitá-la em sua plenitude, e não a podemos menosprezar, aproveitando devidamente esta nossa passagem por aqui.
Não podemos desistir ante os primeiros revezes que sofrermos, pois sempre nossa força de vontade é testada, como que para verificar se fazemos jus à vida que temos, se merecemos continuar ocupando este lugar no mundo, portanto, não se pode dizer que nada mais pode ser feito, nem que nossa batalha está perdida, antes de esgotarmos todos os recursos para tentar reverter a situação.
Realmente, desistir, será assimilar a derrota, e ela só pode ser aceita quando realmente chegarmos à conclusão de que nada mais se pode fazer, e todos os recursos para reverter a situação foram esgotados.
Contudo, algo que jamais poderemos perder, é a fé na vida, e, claro, a fé em Deus.
Então, poderemos tentar novamente... De outra maneira, talvez. Mas tentar outra vez. Procurar fazer novos planos, buscar novos caminhos, continuar vivendo, pois simbolicamente podemos considerar que se ainda existe água na fonte para que possamos matar a sede e recomeçar a caminhada, é porque ainda temos vida dentro de nós, e assim, sempre poderemos buscar os recursos que estão bem lá no fundo de nossa alma.
Os obstáculos que ainda existem, podem ser considerados como uma ponte que precisa ser atravessada, e podemos fazer essa travessia, pois ainda temos nossos pés.  Não devemos desistir no meio da travessia, apenas  porque a ponte começou a balançar. Apenas vamos firmar o corpo e seguir em frente. O importante é não parar.
Se ainda respiramos, é porque a vida ainda não acabou, e se ainda temos as mãos,  sempre algo poderemos fazer. Desistir? Por que? Vamos em frente, procurando nosso Destino.
E como nada acabou, sempre existirá algo para ser feito. Pelo menos, podemos tentar,  pois desistir é para os fracos. Vamos seguir o exemplo do rio que, apesar de todos os obstáculos que encontra em seu caminho, sempre vai em frente, sempre buscando seu destino, que é o mar. Basta saber encontrar nosso  mar... Basta sabermos viver.
Se quisermos parar, talvez a cabeça queira prosseguir,  queira ir em busca do que existe lá na frente, seja alguém cantando, alguém dançando, alguém ainda  vivendo, enfim, gente que não para apenas para ver se está valendo a pena continuar vivendo, e assim, vamos levantar a cabeça, afastando os maus pensamentos, Desejando viver com vontade, com força, seguindo o lema que diz para insistir, e nunca desistir.
Assim, vamos sacudir a inércia, pois nada está perdido, e enquanto vida houver dentro do peito, vida teremos para viver. Vamos procurar vencer, mesmo que seja a última batalha.
E quando nada, realmente nada puder ser feito, pelo menos poderemos dizer, com o coração cheio de orgulho: TENTEI... LUTEI....NÃO FUGI DA RAIA.
E principalmente, nunca podemos nos esquecer de que temos amigos, que poderão nos estimular, e que jamais nos abandonarão...
Para estes amigos em especial, e para todos, sejam amigos ou não, desejo UM LINDO DIA, com muita Luz, e muito amor pela vida.


 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados