BOM DIA AMIGÃO

 

A melhor maneira que existe para começarmos um dia, é dar um sincero BOM DIA AMIGÃO, direcionado para o grande amigo que todos nós temos lá em cima.  Ele é tão amigo, mas tão amigo, que aceita ser chamado por uma porção de nomes. Chamam-no de Deus, Alah, Ogum, Buda, enfim, cada crença das muitas que existe pelo mundo, o chama de um nome.  Calculem que até de Mbote Mondele já ouvi chamarem-no (isto é, em lingala, Branco Bom. Como ? onde se fala o lingala ? Ora...no Congo-África, onde vivi 3 anos). O importante é nunca nos esquecermos dele, pois ele nunca se esquece de nós.  Por vezes achamos que ele é ruim.  Isso, quando as coisas não correm bem para nós, quando perdemos alguém querido.  Mas...vocês conhecem a história das pegadas na areia ? Pois é...nessas ocasiões em que nos julgamos abandonados, pois só havia marcas de uma pegada...É porque estávamos sendo carregados...e não abandonados...Pensem nisso...É muito simples culpá-lo por nossos próprios erros...ou mesmo por coisas que nos acontecem por erros de outros.  Analisem bem e vejam.  O fato de estarmos reclamando, já é sinal de que temos forças para alguma coisa...Então, que tal aproveitarmos essa força que ainda nos resta, para pelo menos tentar reverter a situação.  Bem, falando sobre os nomes com que nos dirigimos a ele...eu costumo conversar com ele, tratando-o por Amigão, ou mesmo, Chefinho.  Como nossa amizade data de muitos anos (e bota ano nisso), posso ter essa intimidade. Bem crianças, para variar esperamos que todos, unidos, juntamente mancomunados ao mesmo tempo de mãos dados e conjuntamente em uníssono, tenhamos sempre nosso pensamento bem direcionado.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados