ALGO QUE PRECISAMOS SUPERAR

 


Em alguns momentos da vida encontramos certos obstáculos,
e certamente isso será algo que precisamos resolver, se
quisermos bem viver a vida...
Resolve-los, ou não, eis a questão...
Osculos e amplexos,
Marcial

ALGO QUE PRECISAMOS SUPERAR
Marcial Salaverry

Algo que precisamos aprender a superar são eventuais contratempos que sempre surgem em nosso caminho, e certamente nossa vida seria bem melhor se apenas tivéssemos momentos gostosamente vividos, seja em boa companhia, ou mesmo sozinhos, desde que fossem vividos com paz e muita tranquilidade.  Creio ser esse o desejo de doze em cada dez criaturas. Paz, saúde e tranquilidade.  Se for possível com dinheiro no bolso, melhor ainda... E longe dos perigos de certos vírus assassinos, ou de assassinos pura e simplesmente...

Contudo, é natural que  sempre teremos de atravessar momentos nos quais encontraremos alguma dificuldade, ou mesmo muitas dificuldades.  É inevitável.  Inclusive, dizem ser isso o “tempero da vida”.  É por isso que nunca se deve abusar dos temperos, ou pelo menos de certos temperos...
   
Serão momentos em que deveremos tomar algumas decisões que irão definir nosso futuro, ou mesmo que poderão afetar a vida de outras pessoas. Justamente por isso, temos que ir com cuidado. Será muito desagradável prejudicar outrem por eventuais erros nossos, e isso sempre é algo que irá testar, não somente nossa capacidade de decisão, como nosso discernimento, pois deveremos saber escolher muito bem o caminho a ser seguido, evitando seguir por rumo errado que nos faça perder o prumo da vida.

Geralmente tais decisões importantes devem ser bem pensadas, em momentos de meditação solitária, pois é assim que melhor poderemos desenvolver nosso pensamento, mas não deveremos hesitar em buscar uma segunda opinião, se a coisa estiver mesmo complicada, principalmente havendo em pauta outras vidas.

Uma reflexão sempre se impõe.  Decisões importantes jamais deverão ser tomadas no impulso, pois assim será jogar muito com a sorte, com o imponderável.  Há que se pensar, repensar, eventualmente ouvir, para  só então poder decidir, e por vezes, a decisão terá que ser imediata, e teremos que decidir em poucos minutos.  Sempre é complicado precisar definir uma vida num curto lapso de tempo.  Pode ser uma viagem repentina. Pode ser uma mudança de emprego, ou de vida, e esses poderão ser momentos em que teremos apenas  frações de segundos para decidir nosso destino, para definir nosso caminho.

Mas talvez  nem sempre estaremos equilibrados, com lucidez suficiente para  definir uma situação,  que poderá transformar uma dúvida numa certeza. Se o sonho continuará apenas sendo sonhado, ou se virá a se concretizar numa gostosa realidade, ou se poderá se transformar em terrivel pesadelo. Há que se ponderar para que possamos decidir corretamente se teremos momentos de alegria ou de tristeza.  Sempre é melhor parar um pouco para pensar.  Não é de bom alvitre decidir coisas com a chamada “cabeça quente”.

Principalmente se nossa vida amorosa estiver em jogo. Seja para iniciar ou para terminar uma relação, é muito perigoso faze-lo no calor de uma paixão, ou de uma discussão.

Antes de se assumir um compromisso, há que se ver se realmente existe algo mais do que uma atração efêmera, pois uma relação poderá ser para a vida toda.  Da mesma forma para termina-la, há que se pesar muito bem os prós e os contras, para sentir que efetivamente nada mais existe que justifique a reconciliação.

É preciso sempre meditar, para que não se fique depois apenas lamentando haver decidido num lampejo. Quando poderemos deixar de ser amados, para ser odiados. Ou vice versa. Tudo depende do equilíbrio de nossa decisão.

Tomar decisões em momentos de forte emoção sempre poderá induzir a erros.  Quantas promessas fazemos em nossos momentos de paixão.  Somos capazes de prometer o mundo, para melhor viver aquele momento, em que estamos vivendo a loucura de um amor. Promessas que nem sempre poderemos cumprir, mas que poderão afetar nosso futuro, e a vida de quem estiver conosco.  Serão momentos cuja lembrança será eternizada, cujas consequencias poderão nos perseguir o resto da vida.

Por outro lado, quantos amores terminam apenas porque não soubemos medir as palavras no aceso de uma discussão.  Num momento em que mandamos nosso amor embora.  Depois poderá haver o arrependimento. Talvez tarde demais. Pois ele tomou outro caminho, por causa da mágoa provocada por nosso gesto irrefletido que quebrou algo em seu coração, matando seu carinho.

Portanto, é importante manter o equilíbrio nesses momentos difíceis, para que sempre possamos ter e propiciar UM LINDO DIA, entendendo a exatidão da frase que L’Inconnu disse:" Momentos que terei para decidir se na minha vida, aqueles momentos que realmente me tocaram, aqueles que realmente me fizeram, valeram a pena ou não."

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados