A ALMA COMANDA NOSSAS EMOÇÕES

 

Falar de alma, não é uma coisa do "outro mundo",
mas sim, de nosso mundo interior...
E é preciso entender o que dela nos vem, entendendo porque
a alma efetivamente comanda nossas emoções...
Osculos e amplexos,
Marcial
 
A ALMA COMANDA NOSSAS EMOÇÕES
Marcial Salaverry

Para tentar entender como a alma comanda nossas emoções, é preciso antes de tudo, saber que nossa alma nos leva a incríveis paradoxos, fazendo-nos pensar se apenas será  coisa de nossa imaginação, ou realmente a temos sempre  comandando nossas emoções...  Na realidade, nosso emocional está em nosso interior, portanto, é através de nossa alma que sentimos nossas emoções, boas ou más.

Assim, nossas reações de amor ou ódio, vem de nosso interior, que comanda também nosso imaginário, ou nossa realidade, até mesmo nossa vontade. 

As reações de  nossa alma nos permitem  rever entes queridos cuja matéria já não mais está conosco, ou ao menos “sentir” sua presença, através da força do pensamento, através de lembranças, assim como nos permite  igualmente viajar nas recordações, revendo  momentos agradáveis passados ao lado de pessoas amadas, e até “dialogarmos” com elas.  Mentalmente poderemos conseguir esses contatos, e seja algo imaginário ou real, poderemos “sentir” essa presença, o que nos permitirá uma certa evolução em nossa maneira de encarar a vida, analisando melhor alguns fatos antes havidos, e que não foram bem compreendidos por nós...

Permite-nos, inclusive, obter  um resgate de outras almas, que por vezes não nos entenderam  em sua passagem terrena, negando-nos compreensão algumas vezes, e portanto,  em nossa concepção temporal, falharam conosco.  Em alguns casos, conseguimos aceitar melhor o que houve.   Talvez por uma evolução de nossa alma, permitindo entender e relevar certos fatos passados. Essa retrospectiva sempre ameniza a dureza de alguns acontecimentos.

Permite-nos saber que agora temos o mesmo amparo, a mesma proteção, acrescidos de um grau de compreensão que não havia antes, e isso se revela extremamente benéfico, pois assim poderemos aceitar esse entendimento, essa nova posição, e  enfim, permite-nos saber que esse apoio é real, e não apenas fruto de nossa fértil imaginação.

Permite-nos aceitar novos rumos que nos são indicados por algo que podemos chamar de intuição, e que nos indica  novos rumos a serem seguidos, que poderão provocar enormes modificações interiores, obrigando-nos a reavaliar conceitos antes muito arraigados em nosso interior.

Permite-nos, finalmente, saber que esses novos rumos, aparentemente muito difíceis, poderão nos levar a uma existência muito feliz, uma vez passadas todas as tormentas que poderão provocar, e que simplesmente são rumos a serem seguidos, por serem fruto da indicação de quem merece uma absoluta confiança, que é nossa alma,  nosso interior.

Nem sempre um novo rumo quer dizer mudança de modo de vida.  Pode significar uma reavaliação e uma melhor aceitação do que estamos vivendo.  Apenas temos que ter o discernimento para saber escolher o melhor caminho, e nem sempre o que a cabeça parece nos indicar é o melhor a ser feito e assim, simplesmente temos que saber “escutar” nossa voz interior, e escolher o que realmente é o melhor para nossa vida, e nem sempre uma aventura excitante é o mais adequado.

Nada melhor do que vida para nos ensinar o que nossa alma tem para nos comunicar.  Apenas temos que saber aprender a ver e ouvir...

De alma e coração, e com sincera amizade, desejo-lhe UM LINDO DIA, esperando que seja repetido sempre...
 
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados