A DOCE MAMÃE HIPOPÓTAMO

 


Hipopótamos podem ser animaizinho muito dóceis...
Mas... Nem sempre...
A DOCE MAMÃE HIPOPÓTAMO
Marcial Salaverry

Hipopótamos, apesar de seu tamanho,
são animais dóceis e pacíficos...
Em seus banhos de rio,
reunem-se em alegres grupos,
e, com incrível alarido,
anunciam que estão em seu
passatempo predileto,
tomando um gostoso banho no rio...
E que ninguém tente por lá passar,
pois os bichinhos podem se chatear...
Enquanto os papais e as mamães
compartilham do banho e dos folguedos,
os filhotes ficam na margem,
como garotos bem comportados...
Mas se alguém menos avisado,
tenta de um filhote se aproximar,
para numa foto guardar
uma lembrança do bichinho,
certamente vai arranjar encrenca...
Tente explicar suas intenções
para uma irada mamãe
de algumas toneladas,
que não é bem o que ela está pensando...
Tem que ser muito rápido para correr
e mergulhar dentro de uma Kombi,
cheia de gente apavorada,
com medo da mamãe zangada...
Depois, foi motivo de risada...
Mas no momento,
Pernas, pra que te quero...
Imaginem como ficaria a pobre Kombi,
se a doce senhora a abalroasse...
 
Lembranças de uma tarde às margens do Rio Kivu...
A mamãe não soube entender que eu só queria uma foto...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados