OH! FLOR DO CÉU - Homenagem a MACHADO DE ASSIS

 

Uma simples homenagem a um dos gênios da literatura mundial
Mestre Machado de Assis.
Dia 11/12/2008, no capítulo da novela Capitu, da Globo, foram citados
estes dois versos,("OH FLOR DO CÉU OH FLOR CÂNDIDA E PURA" e  "PERDE-SE A VIDA, GANHA-SE A BATALHA...")iniciando e terminando o soneto, com o convite feito por "Dom Casmurro", para que fosse completado...
Antecipei-me ao convite Global...
TEXTO ESCRITO EM 12/12/2008

OH! FLOR DO CÉU (*)
Marcial Salaverry
 
“Oh! Flor do céu! Oh! Flor cândida e pura!” 
 Flor que perfuma a mão de quem te colhe
com muito carinho e ternura,
para oferecer com amor a quem o coração escolhe...
 
Em suas pétalas beijos sem fim depositarei...
Beijos que amorosamente colhidos serão
pelos lábios que para sempre beijarei,
os de minha amada que conquistou meu coração...
 
Com esta flor, declaro meu amor apaixonado,
que vencerá o forte vento que as pétalas tem açoitado,
e que a seu sabor ao léu as espalha...
 
A procela enfrentarei com esforço denodado,
mesmo que fique pelo caminho, não serei derrotado...
"Perde-se a vida, ganha-se a batalha..."
 
Marcial Salaverry
 
(*)Soneto escrito em homenagem a Machado de Assis.
O soneto machadiano tem como primeiro verso  “Oh! Flor do céu! Oh! Flor cândida e pura!” e, como último, “Perde-se a vida, ganha-se a batalha!”. Assim estão os versos no romance DOM CASMURRO.

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados