TEMOS NOSSOS DIREITOS E OBRIGAÇÕES

 

Para bem viver neste mundo,
todos deveríamos observar certos
direitos ou obrigações...
Deveríamos... Mas...
Geralmente os que  mais deveriam
faze-lo, não o fazem...
Osculos e amplexos,
Marcial

TEMOS NOSSOS DIREITOS E OBRIGAÇÕES
Marcial Salaverry

Algo que é uma das leis da vida, e que todos deveriam observar, é esta frase que nem todos sabem apreciar devidamente: "Meus direitos terminam onde começam os seus, e vice versa..." E assim, para que relacionamentos sejam duradouros, e que consigam superar os problemas encontrados pelo caminho, para assim vencer o marasmo a que a rotina de vida pode conduzir, é preciso que os parceiros entendam que existem direitos e obrigações que deverão ser observados de parte a parte.

Há que se convir que a observância a certos ditames é bem abrangente, não se limitando às relações entre casais, mas sim, de uma maneira geral, valendo para o amor e mais ainda para a amizade, e para todo tipo de relacionamento...

É preciso que se tenha dignidade diante da vida, e coragem perante as dificuldades, sabendo superar problemas e contratempos, sem esquecer da necessidade de que possua respeito por si mesmo e pelos outros, e assim, que seja íntegro e puro nas atitudes, na retidão do seu espírito, sabendo dessa maneira respeitar o espaço alheio, para que o seu seja igualmente respeitado.

Não deverá ser brusco, nem ter reações violentas contra aqueles que possam lhe fazer alguma oposição, pois são coisas da vida, e que deverão ser superadas com firmeza, mas nunca olvidando que deverá dar aos seus semelhantes o mesmo tratamento que quer para si, e assim sendo, um ponto muito importante, é jamais esquecer a fidelidade que deverá observar com os seus compromissos, sejam comerciais, conjugais, ou de amizade.

Deverá saber dosar sua paciencia e tolerancia, sem ser subserviente, e não queira adotar a postura de "dono da verdade", pois todos tem direito a opiniões, e assim, sabendo ouvir e falar na hora certa, sem querer impor seu ponto de vista de qualquer maneira, tendo assim discernimento para melhor julgar o que pode ser melhor, seja para si, ou para outrem.

Deverá ter serenidade nas horas incertas, pois assim os problemas poderão ser mais facilmente resolvidos, mas nas horas certas, deverá saber ser atuante com a firmeza que a situação exigir.
São  atributos apreciados em um homem, e também em uma mulher, nunca olvidando que todos temos os mesmos direitos e obrigações, e somos todos caminhantes na mesma estrada, buscando a evolução do nosso ser.

Há que se ressaltar que as qualidades acima mencionadas, não devem ser encaradas como qualidades, mas apenas como algo inerente às obrigações de pessoas que se disponham a viver em Sociedade, sejam homens ou mulheres, ou qualquer outro dos sexos paralelos.

Acontece que o famoso "culto ao umbigo', faz com que o ser humano deixe de ser humano para se transformar em um ser egoista, apenas pensando em si próprio, esquecendo-se de que os espaços e os direitos alheios devem ser respeitados, assim como queremos que os nossos o sejam.  Não podemos querer que o mundo gire em torno de nós, nem tampouco que o mundo se adapte a nós, pois nós é que devemos nos adaptar a ele. Como vivemos em uma Sociedade, temos que aceitar os parâmetros dessa Sociedade.

Assim, esses direitos e obrigações citados, são quase utópicos, quando na verdade deveria ser a coisa mais fácil e normal que todos se encaixassem nesse modelo ideal, que é apenas o que poderia e deveria ser modelo padrão, produzido em série, mas que na realidade, é modelo de exceção, mas se não o fosse, viveriamos sempre uma gostosa felicidade...

Poderemos cada qual fazer nossa parte para que todos possam desfrutar... Não custa ao menos tentar, para assim poder fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados