O OBJETIVO É VIVER EM PAZ

 

Será tão dificil viver em paz?  Será tão dificil assim, respeitar o direito alheio? 
Vamos fazer um exercício de paz? é mais fácil e mais gostoso amar do que odiar...
Se quisermos ter nossos direitos respeitados, é preciso aprendermos a respeitar os direitos alheios,
sobretudo o direito de ir e vir.
Não é lícito impedir pessoas de exercerem seu direito, apenas porque queremos
que nossa opinião prevaleça.
Osculos e amplexos,
Marcial

O OBJETIVO É VIVER EM PAZ
Marcial Salaverry

PAZ. Tão pequena esta palavra. E que grande significado... Quem não a deseja? Contudo, apesar de desejada, é tão desprezada, chega a ser incrível como se arrumam pretextos para acabar com ela.
Se pegarmos um mapa mundi, encontraremos poucos lugares onde não existe alguma agitação. Se não for uma revolução, ou uma guerra declarada, serão manifestações populares contra alguma coisa ou contra alguém. Por vezes, vão bater panelas contra o Governo, que logicamente tentará sufocar o movimento, e "tome pau’. Poderá ser também contra a oposição ao Governo, que está tentando boicotar alguma medida que eventualmente estará atingindo alguns interesses. Poderá também ser o caso de algumas entidades julgarem estar sendo prejudicadas por algo de interesse geral (menos os deles), e para defender o que julgam ser seus direitos, impedem pela violencia, que os demais possam exercer seus direitos e desejos. É muita incoerencia o fato de impedir que outrem exerça seus direitos apenas por interesses pessoais. E assim, organizam-se greves e manifestações que apenas causam confusão, e prejudicam muitos por causa dos interesses de alguns...
Em todo e qualquer canto do mundo, sempre haverá alguém protestando contra algo de uma maneira violenta, podemos ver que em outros lugares, a coisa é mais feia, porque são lutas religiosas. Imaginem o contra senso. Se Deus é paz, concórdia e amor, como pode os homens se matarem em nome de Deus. Nosso Amigão deve estar meio que desanimado com a estupidez humana.  Se Ele não está, eu estou, e penso que qualquer pessoa de bom senso também o esteja, já quase desistindo de tentar saber o que essa tal de PAZ.
Também vejo que em outros lugares, guerreia-se apenas porque, embora falando a mesma língua, tem sotaques diferentes. Ou então porque não falam a mesma língua, mas vivem em um mesmo País. Ora, não poderiam entrar em acordo e dividir a coisa? Cada qual em sua metade?  Lutas, guerrilhas, guerras, revoluções, manifestações, greves, e a coitada da PAZ, como fica?
Bem, saindo do âmbito internacional, vamos ao que realmente é importante, ou seja, de nossa paz interior, de como é importante ter a oportunidade de viver em paz, de como é importante saber buscar, encontrar e manter essa paz interior, e a esse respeito, meu querido amigo L’Inconnu, deixou-me uma mensagem muito interessante:
"A paz apenas será obtida, quando o homem entender a necessidade de conseguir a SUA própria paz. Para obtê-la, deverá saber permitir que todos a tenham."
Realmente meu sábio amigo matou a pau. Como alguém pode conseguir paz para si próprio, se não permite que outros a tenham? É isso o que se chama "viver e conviver em paz com sua consciência". Parece óbvia essa ligação entre nossa paz interior, e a paz dos que nos cercam, e assim, sempre devemos procurar fazer o bem, e se sentirmos que estamos prejudicando o sossego, o bem estar de outrem com nossas atitudes, devemos procurar reformulá-las, pois se para conseguir o que queremos, tivermos que atrapalhar a vida de alguém, isto deverá ser repensado. Devemos procurar outros caminhos.
Uma das maneiras de se conseguir chegar a essa espécie de nirvana que é a paz interior, é aquela velha máxima já tantas vezes citada: "seu direito termina onde começa o meu, e o meu, onde começa o seu." Devemos sempre observar esse pequeno detalhe. Isso evitará atritos, e será meio caminho para a infeliz da paz se manifestar. Da mesma forma quando percebemos que alguma atitude nossa incomoda a alguém, será muito mais elegante mudarmo-la, do que criarmos alguma situação desagradável, apenas porque queremos atingir algum objetivo.
Enfim, podem ter certeza de uma pequena coisa, de que é muito gratificante olhar a nossa volta, descobrindo que a maioria das pessoas nos aprecia, justamente por as procurarmos ajudar, ao invés de prejudicar. Com pensamentos positivos, com paz no coração a vida será bem melhor. Se não desejarmos o mal a ninguém, ninguém nos desejará o mal, salvo se for alguém com muita maldade no coração, e portanto, digna de pena e não de nossa raiva.
Como primeiro passo para essa PAZ INTERIOR, o melhor será procurar fazer de cada dia, sempre UM LINDO DIA...

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados