AQUELES DESEJOS DE SEMPRE PARA O ANO NOVO

 

Ano Novo... Vida nova... Será?
Desejos sempre renovados...
É o que desejamos...
Osculos e amplexos,
Marcial

AQUELES DESEJOS DE SEMPRE PARA O ANO NOVO
Marcial Salaverry

Bem crianças, fim do ano está aí, e a coisa que mais se fala é em desejos, principalmente o que se deseja para o Ano Novo, por exemplo, que é um justo  direito que temos, pois desejar ainda não é proibido....

Fala-se inicialmente em Paz, Prosperidade, Saúde, e em tudo aquilo de bom que nos poderá acontecer, e claro que em nossos desejos, sempre sobra alguma coisa para os outros, principalmente para nossos amigos, e não apenas para eles, pois como desejos são válidos, sempre desejamos tudo de bom para todos.

Cabe uma pergunta, que não quer calar : "Será que é só no fim do ano que esses desejos são válidos? Será que não sobra um pouquinho de desejos para o resto do ano?"   Penso que sempre poderemos desejar o bem para todos, estejam próximos ou longe.
Fala-se muito em desejos, mas na verdade, o que são desejos? Como e por que surgem?

Normalmente os desejos nascem puros, uma vez que normalmente só se deseja coisas boas, tais como felicidade, saúde, riqueza, boa sorte. Não falemos naqueles que desvirtuam os desejos, augurando desgraças.
Os bons desejos nascem num cantinho especial de nosso cérebro, dizem que lá colocado por Deus, por só cuidar de coisas boas, seriam algo como fontes de luz de nosso interior, e esses são os desejos de realização pessoal, aquilo que tanto sonhamos para nosso futuro. Nunca podemos deixar de ter esses sonhos em mente, pois vivemos por um objetivo, e se não o tivermos, é chegada a hora de deitar e esperar a morte chegar...

Os desejos normalmente alimentam a alma das pessoas, e são a somatória de três fatores determinantes de sua realização , que são exatamente a vontade de se conseguir chegar àquele objetivo, a possibilidade de lá chegarmos, e, principalmente a real vontade, a real decisão de que estivermos imbuídos para o realizarmos, contudo, precisamos encarar esses desejos com cautela, pois não é muito aconselhável nos entregarmos cegamente a um sonho, pois poderá virar pesadelo. Seria como o combustível para vida, mas se houver um vazamento, tudo poderá se incendiar, e assim, vamos com cuidado, sempre pensando nas reais possibilidades, dando um passo de cada vez...

Num plano divino, tudo será possível, mas temos que pensar em termos humanos, portanto, contando portanto com a falibilidade humana. Temos sempre que contar com o imponderável.  Não devemos então sonhar? Controlar nossos desejos? Claro que deveremos fazê-lo, mas sempre mantendo os pés no chão, uma vez que por vezes, deixamo-nos dominar de tal maneira por algo que muito anelamos, que saímos fora da realidade, não vemos os obstáculos que surgem, e tentamos superá-los de qualquer maneira, sem medir esforços, nem sacrifícios, e esse é o combustível em questão, e se houver um vazamento, o incêndio poderá ser catastrófico, jogando tudo por terra de vez...Cuidado, portanto nesse caso de realizações pessoais...

Portanto, vamos continuar desejando realizar nossos sonhos pessoais, vamos continuar augurando tudo de bom para os que nos cercam, e para o mundo todo, aliás, pois na verdade, bons desejos, sempre serão indicativo de um bom caráter. Uma pessoa de maus sentimentos, não desejará nada de bom para ninguém, possivelmente nem paraq si mesmo. Uma tentativa de prejudicar outras pessoas, sempre será indicativo de maldade no coração.

Quem leva a paz dentro de si, apenas quer que a felicidade se espalhe por todos. Quem está feliz, sabe o quanto é bom sê-lo, e apenas pode querer que todos o sejam...

Portanto ao receber votos de um Feliz Natal, de um Feliz Ano Novo, ou simplesmente de um Bom Dia, sorria com prazer, pois quem estiver lhe dizendo isso, certamente, lhe quer bem, ou pelo menos, não lhe quer mal, pois lhe deseja felicidades, e é exatamente por isso que, neste exato momento, lhes desejo UM LINDO DIA.

"Desejos bem planejados,
São desejos realizados...
Planejemo-los, pois...
Marcial Salaverry"

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados