UM TRISTE ADEUS

 




Historias como esta  acontecem todos os dias...
Veja porque é muito importante saber manter um
diálogo franco e sincero...

UM TRISTE ADEUS
Marcial Salaverry
 
Alguns desentendimentos podem causar uma triste separação entre pessoas que se amam se ambos não conseguirem fazer prevalecer a força do amor, para superar os momentos de crise, apesar de muito se amarem. A incompreensão pode levar a rupturas inevitáveis.
 
Elvira conheceu Milton, em circunstâncias especiais. Numa disputa por um táxi vazio. Ela precisava buscar socorro para seu pai, mas Milton havia chegado um pouco antes. Explicou porque precisava, e ele não apenas lhe cedeu o lugar, como quis acompanha-la para dividir a corrida. Claro, sentiu-se atraído ao primeiro olhar, e decidiu tentar a conquista.
 
Assim começou o namoro. Ela ficou encantada com o jeito sempre carinhoso e gentil, e ele com sua meiguice e seu espírito sempre solidário. Tudo se encaminhava para um lindo romance com um tradicional final feliz.
Mas o passado sempre acaba interferindo na vida das pessoas. Carlos, que havia sido namorado de Elvira, não se conformava com o término de seu namoro, e insistia na reconquista, apesar da moça jamais lhe dar esperanças, pois o considerava um episódio superado.
 
Mas Milton começou a se deixar dominar pelo ciúme, e constantemente questionava Elvira sobre a insistência de Carlos, achando que ela lhe dava esperanças, não acreditando totalmente em seu amor. Pensava que ela estava ainda escolhendo. A harmonia inicial fora quebrada, e começaram a discutir constantemente, e Carlos notando isso, apertava o cerco, levando Elvira ao desespero, pois ela não conseguia convence-lo de que não o queria mais, nem tampouco convencia Milton de que o amava. E ele, apesar de sentir que Elvira era a mulher de sua vida, não conseguia vencer seu ciúme exacerbado, e as discussões eram cada vez mais constantes. Ele não conseguia se convencer de que Carlos apenas queria atrapalhar a felicidade do casal, e da mulher que ele desejava. 
 
E numa última discussão, Milton fechou-se para o diálogo. Decidiu terminar com tudo, pois não suportava mais aquela situação. E aquele adeus que vinha desenhando desde que Carlos começou a interferir em sua vida acabou acontecendo.
 
Como resultado para essa vitória do ciúme e da incompreensão, foi a infelicidade para duas pessoas que muito se amaram e se amam ainda, mas que não souberam dialogar. Não conseguiram parar para pensar e permitiram que um sentimento mesquinho os dominasse. Milton e seu ciúme desmedido, com o assédio que apaixonado frustrado provocava, e Elvira que no fundo sentia-se interessante com esse assédio, e não soube evita-lo convenientemente, apesar de todo o amor que sentia por Milton.
E assim, orgulho e ciúme, vencendo o amor...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados