HOMENAGEM A ALTAMIRO CARRILHO

 


Artistas não morrem, apenas mudam de platéia...
Nosso querido amigo Altamiro Carrilho foi convocado para fazer parte da gloriosa ACA (Academia Celestial de Arte), e foi enlevar os ouvidos do Amigão com sua imorredoura arte...
Tive o privilégio de assisti-lo ao vivo em Santos, e na ocasião, no mes de Abril de 2006, prestei-lhe esta homenagem.
Saudades querido amigo Altamiro...
Osculos e amplexos,
Marcial
 
ALTAMIRO CARRILHO -
UMA NOITE DE MAGIA
Marcial Salaverry


A música é uma das mais belas expressões da arte.
A música bem executada nos leva a um quase estado de êxtase.
Contudo, a música executada por um Mestre da Música certamente nos faz mergulhar em um mundo de magia e sedução.
E assistir a um concerto de Altamiro Carrilho, é fazer um conserto em nossa alma.
Tentar descrever o que sentimos assistindo a  esse gênio da música fazer em duas horas de espetáculo da mais alta qualidade, é o mesmo que tentar explicar que a chuva molha.  Apenas há que se constatar, assistindo a quantos shows dele nos for possível assistir.
Ele não se repete, está em constante renovação. Ele apenas nos em leva com sua flauta mágica, qual um Hamelin dos tempos modernos, que ao invés dos ratos da cidade, conduz a todos os privilegiados que o assistem, a um mundo mágico de sonhos e entretenimento.
É realmente impressionante ver a vitalidade deste garoto Altamiro, brincando com o público e com os músicos felizardos que o acompanham. A impressão que dá é que eles não passam de uma turminha legal que resolveu tocar "umas musiquinhas" pra se divertir, tal o ambiente de camaradagem que se nota entre eles.
Ele nos conduz com sua alegria de viver a um mundo irreal, onde só a felicidade e o bem viver existem.
E nosso amigo brindou a cidade de Santos no Dia Nacional do Choro, com um show realmente inesquecível. Foram as duas horas mais rápidas que já vivi.
Um momento de grande emoção, foi quando Mestre Altamiro dividiu o palco com um menino santista, Caio Mesquita, músico de raro talento, que toca apenas onze instrumentos, mas que ficou apenas na flauta, formando um dueto divino com o Mestre. Foi um inesquecível encontro de gerações, e o abraço que ambos trocaram no palco, foi realmente emocionante. Altamiro sempre nos surpreende.
Quando o espetáculo terminou, ficou aquele gosto de "QUERO MAIS" entalado na garganta.
O público de pé, aplaudia incessantemente, e o garoto Altamiro atendeu, ainda tocando mais dois números de bonificação. Realmente, foi uma alegria assisti-lo.
      
A rtista mais que perfeito
L uz que ilumina qualquer palco
T em a magia divina da
A rte em sua alma 
M ais que perfeita.         
I mpressionante carisma,
R epresenta no palco aquele
O utro lado da vida,
C heio de luz e sonhos...
A ltamiro, mais do que um mito,
R epresenta o que é a Arte...
Representa o que é a alegria...
Impressiona por seu talento musical, e pela 
Leveza de seu humor fino e mordaz...
Homem dos mil instrumentos...
O uví-lo, ve-lo... 
S empre será um privilégio!
             
Quem teve a alegria de assisti-lo, apenas fica aguardando pela próxima oportunidade, e quem não foi vê-lo, que lamente esta oportunidade perdida, e aguarde um próximo retorno. Tenho a impressão de que Altamiro Carrilho vai ficar para semente. E já está plantando sucessores.
Altamiro, fica aqui o muito obrigado da cidade de Santos pelo enlevo que nos trouxe neste dia 23 de abril de 2006.
Apareça sempre, por favor.
Ósculos e amplexos,
Marcial Salaverry


 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados