EIS UMA DUVIDA CRUEL

 

EIS UMA DUVIDA CRUEL
Marcial Salaverry
 
Afonso caminhava distraido, quando encontrou seu amigo Belizário, sentado em banco de jardim com um ar desconsolado, e com "aquela cara"
de estar numa baita ressaca...
Pergunta o que houve, e ouve esta resposta...
-Cara, por causa do Carnaval, eu me separei, e tô com um pepino numa disputa de custódia...
Sabendo que Belizário não tinha filhos, indagou que raio de disputa poderia ser...
E a resposta de Belizário mostrou o "tamanho do problema"...
-Minha mulher não me quer, e minha mãe não me aceita de volta...
Claro que não soube o que responder...

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados