O SEGREDO DA FONTE DA JUVENTUDE

 

O SEGREDO DA FONTE DA JUVENTUDE 

Marcial Salaverry

 

Embora possa parecer, não é agora que poderei anunciar a descoberta da sempre decantada e procurada “Fonte da Juventude”.  Seria bom demais se assim fosse.

Considerando que o tempo não se detem em sua marcha, é claro que nossa juventude tende a sentir os efeitos de sua passagem, provocando certas mudanças inevitáveis em nosso organismo, e certamente não será essa fonte que poderá vencer a marcha do tempo.

Contudo, uma vez que nos é impossível manter o viço da juventude em nosso corpo, poderemos e deveremos manter a juventude em nosso espírito, não permitindo que o tempo a leve junto com a do organismo. O espírito não deve, e não pode envelhecer, pois se isso permitirmos, realmente estaremos velhos e acabados.

Assim sendo, a verdadeira fonte da juventude está em nossa alma.

Contudo, há que se analisar uma questão, qual seja,  como  fazer para  manter o espírito jovem, se o corpo envelhece e com esse envelhecimento arranja uma série de problemas, que fatalmente abalarão a nossa força espiritual, pois, convenhamos que  não é fácil acompanhar as limitações que a idade nos  vai trazendo, sem que nossas reservas espirituais fiquem abaladas.

Li uma mensagem de Torres Pastorino, que dá uma bela idéia de como conseguir ganhar essa parada contra a inexorabilidade do tempo:

Faça com que a juventude de seu espírito se irradie através de seu corpo, tenha ele a idade que tiver.

Esse é o ponto crucial.  Manter a juventude do espírito e fazer com que ela se irradie.  Claro que isso não vai acabar com todas as doenças e mazelas que o tempo nos legou, mas será de grande valia no combate em que deveremos estar empenhados, pois é importante jamais entregar os pontos, jamais baixar a guarda, admitindo estar velho. Idoso, sim. Velho, nunca.

Para manter a juventude no espírito, devemos, inicialmente, aceitar o tempo.  Não devemos tentar nos  enganar sobre nossa idade.  Assumamo-la, sem contudo nos entregarmos à idade.  Assumir é uma coisa, entregar-se a ela é outra. Vamos beber a água de nossa fonte interior, e para tanto, devemos nos manter em atividade, física e espiritualmente falando, para tanto, devemos sempre adotar uma máxima muito interessante: Idoso sim... Velho nunca...”   sabemos que o tempo passou, mas não nos entregamos a ele, e apenas precisamos descobrir como beber dessa água, e uma das melhores maneiras de se descobrir aquela energia que estava latente, e que não sabíamos descobrir.  Uma mudança sempre será bem-vinda, desde que para melhor.

As possibilidades dessa descoberta são muitas.  Não apenas na Internet, que abre uma gama enorme de recursos  e possibilidades direcionadas para essa finalidade, como também nos Cecons que existem em quase todas as cidades, e onde pessoas idosas tem possibilidades de fazer os mais diversos cursos e atividades, e basta escolher o que mais gosta de fazer.  Daí pode se deduzir que só fica velho quem quer ficar, quem não sabe encontrar sua fonte interior, quem se entrega, e que não se ama o suficiente para poder amar a vida.

Quando tem a suprema felicidade de descobrir aquele talento oculto a vida inteira, então podemos festejar o renascimento, pois o espírito rejuvenesce, e sentimos voltar toda aquela garra, aquela vontade de viver e superar obstáculos que tínhamos na mocidade.  E penso que todos temos um “algo mais” que não soubemos descobrir, é só descobrir nossa fonte particular, e é esse  o segredo para manter a juventude.  Sempre ter alguma meta para atingir. Nunca desistir da vida por causa da idade, e assim a fonte não irá secar...

 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados